Olhar Digital

Apple arrow-options
Getty Images
Apple fecha todas as suas lojas


No último sábado sábado (14), Tim Cook, CEO da Apple , anunciou que a empresa decidiu fechar todas as lojas da marca fora da China. Essa é uma medida de segurança para tentar impedir a disseminação do novo coronavírus .

A empresa afirmou que tomou essa decisão com base na China, onde a marca fechou suas 42 lojas para evitar que seus funcionários e clientes contraíssem a doença. Os estabelecimentos, que foram fechados no começo de fevereiro, reabriram esta semana. 

Leia também: Dois iPhones em um: Apple cria dispositivo para juntar celulares; entenda

Em comunicado, Cook declarou que a "maneira mais efetiva de minimizar a transmissão do vírus é reduzir a concentração de pessoas e aumentar a distância entre elas". Mesmo com o fechamento das lojas físicas , os sites de venda da marca permanecerão funcionando normalmente.

O empresário ainda afirma que todos os funcionários, trabalhando ou não, serão pagos como se as operações estivessem normais. Ele ainda destaca que haverá flexibilidade de horário na rotina de trabalho para quem possui familiares que exigem cuidados - como doentes, crianças e idosos. 

Essa medida de segurança será aplicada em todas as 500 lojas da empresa, espalhadas por 24 países. Inicialmente, a previsão é de que as lojas permaneçam fechadas até o dia 27 de março. No entanto, esse prazo pode se estender se a situação mundial não apresentar alguma mudança, e o vírus continuar a se espalhar. 

    Veja Também

      Mostrar mais