iFood
shutterstock
iFood tem falha nesta sexta-feira


Na manhã desta sexta-feira (19), usuários do Twitter relataram bugs no aplicativo iFood . De acordo com várias postagens, o serviço de entregas enfrenta problemas na aba de pedidos. Há casos em que são exibidas compras não efetuadas e endereços desconhecidos.

Leia também:

Para driblar o isolamento, restaurante mineiro testa entrega com drones

iFood e Rappi: aprenda a fazer as compras de mercado pelo celular

Aplicativos de delivery fazem praças de alimentação bombarem

Em algumas situações, os usuários estão recebendo mensagens de entregadores e restaurantes sobre pedidos não realizados. Outros relatos indicam que compras de outros estados estão sendo exibidas. Aparentemente, o sistema apresentou algum erro que "trocou" os pedidos entre usuários.


Além disso, os dados pessoais das pessoas que compraram pela plataforma estão sendo mostrados. Usuários informam que tiveram acesso ao CPF  e cartão de crédito de outras contas. Para evitar maiores problemas, algumas das postagens recomendam que todos os cartões sejam removidos da plataforma até que o problema seja resolvido.

iFood se retrata

Depois do acontecido, o iFood publicou uma  nota de esclarecimento dizendo que não houve qualquer  ciberataque à plataforma. A empresa disse, ainda, que dados de cartões não tiveram qualquer vazamento, embora tenha admitido que usuários conseguiram ver dados pessoais de outros. Confira a nota completa:

"Na manhã de sexta-feira dia 19/06, a plataforma do iFood passou por um problema de atualização com duração de cerca de 30 minutos. A ocorrência foi rapidamente solucionada por sua equipe de tecnologia. A empresa afirma que não houve qualquer tipo de ciberataque à plataforma.

 Durante esse breve período, o sistema exibiu dados pessoais dos usuários de maneira aleatória. A empresa reforça que, ainda assim, não foi possível que clientes fizessem pedidos por outras pessoas ou acessassem contas de terceiros.

 A empresa esclarece que os meios de pagamento ficam gravados apenas nos dispositivos dos próprios usuários, e não são armazenados nos bancos de dados da plataforma. Dessa forma, os dados referentes a esses cartões não sofreram qualquer vazamento.

 Por precaução, a plataforma deslogou os usuários impactados, que ficaram impossibilitados de realizar pedidos neste período. A situação já está normalizada e os usuários impactados estão sendo comunicados do ocorrido.

 O iFood está à disposição das autoridades eventuais esclarecimentos adicionais e reforça seu compromisso com a segurança das informações de restaurantes e consumidores".

    Veja Também

      Mostrar mais