Olhar Digital

Xiaomi Mi Band 5
Divulgação/Xiaomi
Xiaomi Mi Band 5 ganha sua versão global


Pouco depois de a Mi Band 4 ser considerada o vestível mais vendido do mundo, a Xiaomi deu um passo importante para sua sucessora atingir números ainda maiores. A empresa anunciou nesta quarta-feira (15) a versão internacional da Mi Band 5 . Este é o primeiro modelo a ser oficialmente vendido fora da China.


A Mi Smart Band 5 , como foi oficialmente chamada, é uma versão simplificada da Mi Band 5 lançada no país asiático. O modelo possui visor de 1,1 polegada, rastreamento de atividade para 11 modos de exercício, monitoramento de frequência cardíaca, sono e estresse, além de rastreamento do ciclo menstrual. A pulseira inteligente usa o novo sistema de carregamento magnético, tem resistência à água em até 50 metros e pode durar até 14 dias com uma carga única.


Em relação às desvantagens em comparação com a versão chinesa, o acessório terá apenas 65 monitores dinâmicos, contra os mais de 100 da original. Além disso, serão duas cores a menos para as pulseiras, com apenas seis, e não terá suporte para NFC e para o assistente pessoal XiaoAi.

Não foi divulgado o preço do acessório. A Mi Band 5 custa US$ 32, cerca de R$ 170. Como uma versão simplificada, é possível esperar um valor um pouco menor. No Brasil, porém, fica difícil dar uma previsão, já que os produtos acabam sendo um pouco mais caros do que o preço de conversão direta. A data na qual a Mi Smart Band 5 chegará às lojas também não foi revelada, mas é esperado que não demore muito.

    Veja Também

      Mostrar mais