Olhar Digital

5G Qualcomm
shutterstock
5G ainda não tem data para ser implementado no Brasil

Durante o evento Qualcomm Latam Summit , o diretor de vendas da empresa, Alexandre Brunaldi, afirmou que o primeiro computador pessoal com capacidade 5G deve chegar ao Brasil até o fim do primeiro trimestre de 2021. Sem se comprometer com qual será a fabricante da máquina, o executivo aproveitou o ensejo para lembrar das inúmeras parcerias da empresa no setor, como Acer , Asus e Samsung .

No mesmo evento, o presidente da Qualcomm , Cristiano Amon, procurou posicionar o 5G como o pilar de sustentação da vida conectada brasileira nos próximos anos. “[O 5G] é essencial para o futuro do trabalho e para empresas conectadas. O fluxo do trabalho das empresas está caminhando para a nuvem”, disse, traçando um paralelo sobre como a atual pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) forçou empresas antes tradicionais em suas práticas tecnológicas a adotarem medidas de conectividade mais flexíveis.

Junto da Intel, a Qualcomm é uma das principais empresas americanas a liderar os esforços pela adoção globalizada do 5G , fazendo frente a outras empresas de tecnologia e telefonia, como a chinesa Huawei e a finlandesa Nokia .

Segundo o site oficial da empresa, a Qualcomm começou a pesquisar a quinta geração de internet no início da década de 1990, testando conceitos e aplicando medidas de aprimoramento de conectividade, até chegar no quadro atual.

Durante o Qualcomm Latam Summit, a empresa ainda aproveitou para ressaltar os dispositivos de realidade diferenciada - realidade virtual (VR), realidade aumentada (AR) e realidade mista (MR) -, destacando seus mais de 30 equipamentos do tipo disponíveis comercialmente. Recentemente, a empresa anunciou a plataforma XR2 5G, um conceito que pretende levar não apenas a nova geração de conectividade aos headsets VR, mas também oferecer visual com 8K de resolução e som em três dimensões.

    Veja Também

      Mostrar mais