Olhar Digital

Logo da Amazon foi comparado com bigode de Hitler
Reprodução
Logo da Amazon foi comparado com bigode de Hitler

Em janeiro deste ano a Amazon atualizou a logo do seu aplicativo de vendas, substituindo o tradicional carrinho de compras por uma imagem minimalista que faz lembrança aos pacotes enviados pela empresa. Porém, a mudança não agradou quase ninguém, pois fez o público lembrar de uma figura histórica um tanto quanto desprezível.

O novo logo apresentava a flecha característica da varejista junto a um pedaço de fita azul, tradicionalmente utilizada nas entregas feitas nos EUA, picotada em formato de dentes afiados. A inovadora ideia dos designers da empresa acabou indo por água abaixo, já que não demorou muito para os internautas reparem que a imagem da fita era bem parecida ao bigode que foi popularizado pelo comediante Charlie Chaplin no início dos anos 1900 e que virou marca registrada do ditador e político alemão, Adolf Hitler , responsável pelo crescimento e instauração do regime nazista.

Você viu?

Um mês após a primeira mudança na logo, a empresa logo decidiu fazer uma nova alteração, substituindo a fita picotada por um pedaço de fita azul dobrado, desconectando qualquer semelhança a imagem do ditador.

Amazon mudou logo após polêmica
Reprodução
Amazon mudou logo após polêmica

Ao portal The Verge, um porta-voz da Amazon comentou que a empresa está sempre explorando novas maneiras de encantar os clientes e que o novo ícone foi projetado para despertar expectativa, entusiasmo e alegria quando os usuários começam sua jornada de compras dentro do aplicativo da varejista, assim como quando veem os pacotes chegando em suas portas.

Mas o setor de design da companhia não esperava que os internautas arranjariam outra comparação para o novo formato da fita azul. Diversos internautas apontaram que lembram do desenho animado “ Avatar : A lenda de Aang” quando olham a atualização do novo logo do aplicativo da Amazon Shopping . Dessa vez, a comparação foi divertida!



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários