Nova logo da fusão entre Discovery e Warner
Divulgação
Nova logo da fusão entre Discovery e Warner

Pode colocar aí na listinha de plataformas de streaming . O serviço da Discovery chega ao Brasil no mês de setembro deste ano. O Discovery+ trabalha com produtoras da América Latina para estrear mais de 40 títulos originais até o final de 2022.

A plataforma estreou também este ano nos Estados Unidos, mas, em 2020, o Discovery+ já estava funcionando na Índia, no Reino Unido e na Polônia. Em janeiro de 2021, o serviço substituiu o Dplay em todos os países da Europa onde esse estava disponível.

Vale ressaltar que a Discovery agora também detém a operação da Warner . Em 2018, a empresa de telefonia americana AT&T tentou competir em conteúdo ao comprar a WarnerMedia , mas no mês passado, maio, desistiu e vendeu para a Discovery.

Você viu?

O acordo será concluído na metade do ano que vem. Sob o nome Warner Bros. Discovery, o conteúdo vai combinar produtos da WarnerMedia, como as franquias Harry Potter e filmes da DC , além do canal de notícias CNN e programação esportiva, com os canais de estilo HGTV e TLC. O negócio foi feito no valor de US$ 43 bilhões.

Produtoras locais, e também internacionais, trabalham com a produção do Discovery+ na América Latina para realizar os mais de 40 títulos, que devem estrear até o final de 2022. Segundo Fernando Medin, presidente da Discovery, em comunicado, mais de 150 programas são desenvolvidos. "Estes títulos complementam a incrível oferta de conteúdos criados para o Discovery+ nos Estados Unidos e no mercado internacional, que inclui mais de 200 novos títulos originais com estreia prevista para 2021, e muito mais pela frente", disse.

Por enquanto, ao entrar no site do Discovery+ no Brasil , aparece uma mensagem que diz "em breve". A plataforma deve reunir ainda Discovery Kids e o Animal Planet, por exemplo. A disputa entra as plataformas que já é protagonizada por Netflix , Amazon Prime Video , Disney+ , Paramount+ e HBO Max , que estreia na próxima terça-feira (29) na América Latina, ganha mais um nome. O Brasil é, para a Discovery, o primeiro passo na busca por mais assinantes na região.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários