Netflix deve lançar plataforma de games
Unsplash/freestocks
Netflix deve lançar plataforma de games

Após ser o primeiro nome de streaming em filmes e séries de televisão, a Netflix planeja entrar no mercado de games . Conforme informado pelo site de notícias Bloomberg, que cita fontes próximas à empresa, o serviço quer oferecer jogos por meio da plataforma a partir de 2022.

Para isso, a gigante do entretenimento já contratou recentemente um executivo importante do setor – o que sinaliza a pressa para entrar nesse mercado. Mike Verdu, que recentemente deixou o Facebook , assumirá a posição de vice-presidente de desenvolvimento de games na Netflix. O executivo é reconhecido pelo trabalho na criação de títulos para o dispositivo de realidade virtual da rede social, o Oculus , além de ter atuado com a Eletronic Arts (EA) em obras de sucesso, como Fifa e The Sims.

Ainda de acordo com a Bloomberg, a empresa não pretende cobrar a mais dos assinantes pelo conteúdo de games. Além disso, cargos na área de desenvolvimento de jogos devem ser abertos no decorrer deste ano para lançar o produto em até 12 meses.

Esta não é a primeira notícia sobre a Netflix estar procurando se expandir para o meio dos games. No início deste ano, em maio, um relatório anterior afirmava que a plataforma estava abordando "ativamente líderes do setor para participar de sua entrada no mercado de jogos".

Você viu?

Na época, Netflix afirmou ao site Gamesradar por meio de nota que "estava animado para fazer mais com entretenimento interativo" e usou títulos como Black Mirror: Bandersnatch como "uma peça de sucesso para esse caminho". "Você permite que os espectadores se envolvam mais diretamente com as histórias de que gostam, e certamente parece que esses programas podem abrir caminho para que a Netflix se expanda no espaço dos jogos", disse.

Mais detalhes da entrada da Netflix no setor não foram revelados e, por isso, ainda não está claro toda a extensão do novo empreendimento. A plataforma produzirá os próprios jogos ou licenciará títulos de desenvolvedores terceirizados?

Também não está claro se o serviço pretende lançar apenas títulos inéditos e exclusivos, como faz a Apple com o Arcade , ou seguirá o modelo de streaming que repete com filmes e séries de televisão. Outra dúvida pertinente é, claro, como será a jogatina – se por controle, smartphones ou por dispositivos de realidade virtual.

De qualquer forma, o movimento acontece depois que marcas do setor de videogames lançaram produtos que são considerados "Netflix dos games", como o Xbox Game Pass , que reúne diversos títulos de diferentes desenvolvedores mediante uma assinatura mensal.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários