Trecho do anime
Reprodução
Trecho do anime

A 32ª edição dos Jogos Olímpicos da era moderna deveria ter acontecido em 2020, no ano passado. Mas, a pandemia da Covid-19 obrigou o Comitê Olímpico Internacional (COI) a realizar uma mudança no calendário e empurrar a disputa das  Olimpíadas de Tóquio para este ano de 2021. Tudo isso com estádios esvaziados, já que os fãs de esportes pelo mundo não poderão entrar na cidade, que terá apenas parte dos eventos com presença de torcedores locais. E isso foi previsto pelo anime Akira , no filme de 1988.

A observação foi feita pelo site SlashFilm , que revisitou a obra em 2018, no aniversário de 30 anos do anime. No filme, Tóquio, capital do Japão, era escolhida para sediar a Olimpíada 2020. Além disso, já haviam alertas de cientistas sobre perigos potenciais de uma pandemia. Tudo pode ser observado a partir dos 16 minutos e 50 segundos do filme.

Depois de uma perseguição de moto que leva o longa até as ruas de Neo-Tóquio, um lugar cyberpunk, é possível ter uma vista aérea de um estádio, seguido por uma imagem do nível do solo, do lado de fora do equipamento, com guindastes de construção no local. Uma placa mostra que faltam 147 dias para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos (que acontecem, na vida real, às 8h30, horário de Brasília, desta sexta-feira, 23).

Você viu?

Perto da placa há uma pichação. “Apenas cancele”, diz a intervenção. Algo que realmente tem acontecido, mas através de outros meios de expressão. Inclusive, a frase ganhou os trending topics no Twitter no dia 28 de fevereiro do ano passado, quando faltavam exatamente 147 dias para a abertura da Olimpíada, no calendário original.

Além dessa cena, o filme de Katsuhiro Otomo se passa dentro de um estádio vazio. Akira se passa em 2019, justamente ano que deu número à Covid , por ter surgido no final. Quem quiser conferir, o anime está disponível na plataforma de streaming Netflix . Os estádios vazios nos Jogos Olímpicos Tóquio-2020 serão exibidos em outros canais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários