Vazamento do Mi Mix 4
Reprodução/Youtube
Vazamento do Mi Mix 4

O smartphone topo de linha Mi Mix 4, da Xiaomi, será lançado no dia 10 de agosto, segundo teaser que a própria fabricante chinesa publicou na rede social Weibo. A data também serve de antecipação ao evento Galaxy Unpacked, da concorrente sul-coreana Samsung, previsto para o dia seguinte . A diferença, porém, é que o aparelho da Xiaomi deve ao menos por enquanto ser exclusivo do mercado chinês.

O teaser do Mi Mix 4 não mostra muitos detalhes a fim de preservar a surpresa para o evento de agosto, mas alguns rumores já trazem informações bem consistentes que, se comprovadas após o lançamento, terão mostrado que o smartphone chinês – a exemplo do Mi 11 Ultra – terá configurações de primeira linha.

Um vídeo publicado pelo leaker Digital Chat Station indica que o Mi Mix 4 trará o que se convém chamar de display infinito, um conceito usado para se referir a smartphones cujo display não tem o entalhe de encaixe da câmera frontal na área externa. Segundo o vídeo, o novo smartphone da Xiaomi deve contar com uma câmera de selfie invisível, posicionada sob a tela. Mais além, o aparelho pode ter um display secundário feito do mesmo modelo do Mi 11 Ultra, posicionado na parte de trás. Além disso, a tela em si deve ser flexível. Veja abaixo:

No que tange às configurações, o Mi Mix 4 deve contar com um processador Snapdragon 888 (da Qualcomm) de litografia cinco nanômetros (5nm), além de 12 gigabytes (GB) de memória RAM (LPDDR5) e até 256 GB de espaço de armazenamento (UFS 3.1). O "até", aqui, é importante, pois pode ser uma sugestão de que o smartphone da Xiaomi possa trazer mais de uma versão.

Outras especificações sugeridas falam em uma bateria de 4.500 mAh, com capacidade de recarga rápida de 120 W no cabo ou 80 W na recarga sem fio. Em tese, o aparelho também deve dar suporte à tecnologia de comunicação sem fio ultra-wideband (UWB) – tida por alguns como sucessora do Bluetooth.

Evidentemente, nada disso está confirmado até que o Mi Mix 4 apareça oficialmente, no dia 10 de agosto. Mas considerando a onda de sucessos sobre a qual a Xiaomi vem surfando, não seria muito surpreendente se um de seus aparelhos – um flagship, ainda por cima – contasse com tecnologias de primeira linha.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários