Veja os cursos disponíveis
Unsplash/Azamat E
Veja os cursos disponíveis

O Facebook, em parceria com a Recode, abriu as inscrições para a edição de 2021 do "Conectando seu futuro", programa de inclusão digital voltado para jovens a partir de 15 anos em situação de vulnerabilidade social. O intuito do programa é ensinar aos participantes competências tecnológicas, socioemocionais e digitais. Todos os cursos são virtuais, gratuitos e oferecem certificação.

Para Rodrigo Baggio, fundador e presidente da Recode, "estamos vivendo o alvorecer da Quarta Revolução Industrial e uma realidade diferente trazida pelo novo normal. O empoderamento digital é fundamental para as pessoas hoje na nossa sociedade. A recapacitação e as habilidades digitais se tornam cada vez mais necessárias".

Atualmente, a iniciativa conta com 12 formações. Para este ano, um das novidades é o curso para desenvolvimento de games, que pode ser cursado no módulo básico ou intermediário, com intuito de ensinar aos interessados o processo de criação dos jogos eletrônicos.

Aos que têm mais afinidade com mídias sociais, o marketing digital oferece uma visão mais profissional sobre o tema. Além dos cursos com enfoque a quem já tem algum contato e conhecimento em tecnologia, há também conteúdos com foco em jovens que estão iniciando na área, como cursos de introdução à computação e ao acesso à internet.

Desde seu lançamento em 2019, o "Conectando seu futuro" já alcançou mais de 30 mil jovens. No último ciclo do programa, iniciado em 2020 e encerrado no início deste ano, mais de 10 mil pessoas concluíram as formações, disponíveis para moradores de todas as regiões do país.

Você viu?

Jovens construindo soluções tecnológicas

Entre os jovens que aplicaram novos conhecimentos e geraram impacto positivo está a estudante Juliana Cidade, de 16 anos, que desenvolveu o projeto Guararema Express.

Trata-se de uma plataforma responsiva para apoiar lojistas, agricultores, trabalhadores e moradores da cidade de Guararema, interior de São Paulo. Por meio da plataforma, o comerciante ou prestador de serviços pode cadastrar o seu negócio de forma gratuita e vender produtos e serviços aos clientes locais.

Segundo Juliana, a ideia do projeto surgiu como resposta à situação econômica decorrente da pandemia do Covid-19, que impactou em especial as cidades pequenas, turísticas e agrícolas como Guararema.

Além de ajudar a cidade, o projeto rendeu à estudante o primeiro lugar no Desafio Recoders, premiação que estimula os jovens a pensarem em soluções tecnológicas para o enfrentamento da pandemia dentro de suas comunidades.

"Me rendeu muito aprendizado e ainda pude colaborar de alguma forma com Guararema, apesar de todos os transtornos causados pela pandemia. Sem dúvida, a tecnologia é uma grande aliada neste período que estamos vivendo", conta a estudante.

Como participar

Para realizar as formações, não é necessário ter conhecimento prévio em tecnologia. Basta ter pelo menos 15 anos, acessar o site , escolher uma das opções e realizar o cadastro. Todos os cursos são gratuitos, virtuais e podem ser realizados através de computador, tablet, celular ou qualquer dispositivo com acesso à internet.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários