Produtos terão processador Intel Atom e poderão concorrer com Chromebooks, notebooks com sistema ChromeOS, também do Google

Os consumidores poderão encontrar, até o final de 2013, notebooks com sistema operacional Android e preço em torno de US$ 200 (cerca de R$ 400) nas lojas, de acordo com a fabricante de chips Intel. Em entrevista ao site Cnet , Dadi Perlmutter, diretor de produtos da Intel, afirmou que os modelos que estão em processo de desenvolvimento pelos fabricantes serão equipados com tela sensível ao toque e processador Intel Atom, desenvolvido para dispositivos móveis.

LEIA TAMBÉM:
Em crise de identidade, fabricantes apostam em híbridos de tablets e notebooks

Chromebooks com sistema ChromeOS podem sofrer concorrência de novos notebooks com Android e chips da Intel
Reprodução
Chromebooks com sistema ChromeOS podem sofrer concorrência de novos notebooks com Android e chips da Intel

Segundo Perlmutter, a existência de notebooks com tela sensível ao toque nesta faixa de preço com sistema operacional Windows 8 depende do preço que a Microsoft cobrará para permitir o uso da licença pelos fabricantes de computadores.

"Nós temos uma boa tecnologia que permite um bom nível de preço. [Ter notebooks com Windows 8] depende de quanto a Microsoft cobrará pelo Windows 8. O preço deles pode ser um pouco mais alto", disse o executivo da Intel, ao site.

Nova tentativa

Com o mercado de computadores em queda, a Intel vem tentando estimular a criação de novas categorias de notebooks, com maior ênfase na mobilidade. Trata-se de uma estratégia da empresa para se manter relevante, enquanto seus chips não se tornam mais populares em tablets, mercado atualmente dominado pelos processadores baseados na arquitetura ARM.

Mais recentemente, a empresa criou a categoria de ultrabooks , notebooks finos e leves e com alto poder de processamento, mas que falharam em ajudar os fabricantes a elevar suas vendas mesmo com o avanço dos tablets. A empresa tenta popularizar, principalmente, os modelos conversíveis, que permite que o usuário o utilize como notebook ou como tablet, dependendo da atividade. A Intel não revela se os novos notebooks com Android serão conversíveis.

Concorrência com ChromeOS

Se chegarem ao mercado, os notebooks de baixo custo com sistema Android devem concorrer com os Chromebooks , notebooks com o sistema operacional ChromeOS, também desenvolvido pelo Google.

A proposta dos Chromebooks é usar um sistema operacional centrado na nuvem, o que reduz a necessidade de alto poder de processamento para executar as tarefas do usuário. Atualmente, há modelos de Chromebooks com preços em torno de US$ 199 (Acer) e US$ 249 (Samsung).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.