Tamanho do texto

Em algumas estações, rede será liberado tanto em áreas pagas, quanto em áreas livres; serviço de internet estará disponível para testes em fevereiro

O Metrô de São Paulo anunciou nesta quinta-feira (2) uma parceria com a iniciativa privada para oferecer internet para os passageiros. Inicialmente, a rede estará disponível para realização de testes, mas a previsão é que a operação plena seja iniciada em 1º de março. O projeto vai levar Wi-Fi gratuito para mais 34 estações, além das seis que já oferecem o serviço e terão a cobertura aumentada, com a substituição de equipamentos.

LEIA MAIS: Avianca Brasil anuncia oferta de Wi-Fi durante voos domésticos

O Wi-Fi gratuito do Metrô estará disponível em estações da linha 1 - Azul, 2 - Verde, 3 - Vermelha e 5 - Lilás. O serviço será liberado duas etapas, começando com 20 estações que terão o sinal tanto nas áreas livres como nas áreas pagas a partir de 05 de fevereiro. Outras 20 estações deverão contar com a rede a partir do dia 19 de fevereiro. Por medida de segurança, as plataformas das estações não terão cobertura.

Por questão de segurança, plataformas das estações de Metrô de São Paulo não terão cobertura de Wi-Fi gratuito
Shuttersock
Por questão de segurança, plataformas das estações de Metrô de São Paulo não terão cobertura de Wi-Fi gratuito

LEIA MAIS: Banda larga teve 1 milhão de novos contratos em 2016, afirma Anatel

A rede terá velocidade média de 1 Mbps, o suficiente para uso moderado, com navegação em sites, redes sociais, aplicativos de mensagens e envio de e-mails. As estações terão de capacidade para receber mais de 400 acessos simultâneos, em média. Em locais com maior fluxo, serão utilizadas infraestrutura de fibra óptica e equipamentos de propagação de Wi-Fi para permitir a utilização de 2.000 usuários simultaneamente. 

Para usar o serviço, os usuários deverão realizar um cadastro, preenchendo nome, e-mail, telefone na tela que será exibida após a seleção da rede da estação. Os dados do Facebook e LinkedIn também podem ser usados para conseguir o acesso. Cada usuário poderá ficar conectado durante 15 minutos. Para continuar acessando a internet depois desse período, é preciso se conectar novamente com o mesmo cadastro.

LEIA MAIS: Usuários que mais utilizarem o Samsung Pay em fevereiro serão premiados

A empresa escolhida para implantar o serviço foi a N1 Telecom, que participou de chamamento público que disponibilizava todas as estações, algumas em lotes e outras individualmente. As estações devem receber uma sinalização especial, informando  sobre a existência do serviço. Em algumas delas, haverá pontos para carregamento de bateria. Com a ativação, o Metrô espera receber mais de R$ 5 milhões ao ano. Confira o calendário de ativação do Wi-Fi gratuito nas estações do Metrô de São Paulo:

05 de fevereiro

Linha 1 - Azul: Armênia, São Joaquim, Vergueiro, Paraíso, Ana Rosa, Santa Cruz, Santana e Jabaquara.

Linha 2 - Verde: Brigadeiro, Trianon-Masp, Tamanduateí e Vila Prudente.

Linha 3 - Vermelha: Marechal Deodoro, Santa Cecília, Brás, Patriarca, Carrão, Vila Matilde, Guilhermina-Esperança e Sé.

19 de fevereiro

Linha 1 - Azul: São Bento, Luz, Portuguesa-Tietê, Vila Mariana e Tucuruvi.

Linha 2 - Verde: Consolação, Clínicas, Vila Madalena e Sacomã.

Linha 3 - Vermelha: Tatuapé, Corinthians-Itaquera, Artur Alvim, Penha, República, Anhangabaú, Bresser, Belém e Palmeiras-Barra Funda.

Linha 5 - Lilás: Santo Amaro e Largo Treze.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.