Tamanho do texto

Após o teste em si e em uma de suas clientes, o tatuador declarou que muitas pessoas o procuraram a fim de reproduzir sons de pessoas já falecidas

Brasil Econômico

É muito comum as pessoas homenagearem em suas peles alguma música, banda e até mesmo pessoas por meio de uma tatuagem. Mas agora imagine uma forma de não só admirar o design gráfico feito pelo artista, mas também ouvi-lo. Achou estranho? Conheça o aplicativo Skin Motion, que será lançado em junho deste ano.

Leia também: Download: confira quais aplicativos fizeram mais sucesso no mês de abril

Previsão é que aplicativo fique disponível em junho de 2017
Reprodução/Youtube
Previsão é que aplicativo fique disponível em junho de 2017

A ideia dos tatuadores da cidade de Los Angeles, EUA, Nate Siggard e Juliana Damiano surgiu após Siggard tatuar em um casal de amigos o espectro de áudio da música Tiny Dancer, do cantor Elton John e a namorada comentar como seria legal a possibilidade de reproduzir a canção em sua pele. O insight veio e o aplicativo promete reproduzir até um minuto de áudio.

Após a repercussão do seu vídeo  postado no Facebook, o idealizador do projeto notou o potencial das tatuagens Soundwave e escreveu a patente para tatuagens personalizadas de realidade aumentada. Além disso, após o teste em si e em uma de suas clientes, o tatuador declarou que muitas pessoas o procuraram a fim de reproduzir sons de pessoas já falecidas.

Leia também: Robôs e automação no trabalho são vistos de forma positiva, aponta pesquisa

Outras possibilidades

O aplicativo, pensado a partir de algo aparentemente fora do real, trás uma proposta de avanço tecnológico muito mais interessante do que se pode imaginar.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) é estimado que no ano de 2020 cerca de 75 milhões de pessoas estejam diagnosticadas com cegueira. O número é ainda maior quando se considera que a mesma pesquisa estima que mais de 225 milhões de pessoas possuirão baixa visão, isso quer dizer, com incapacidade de realizar determinadas tarefas cotidianas.

Ultrapassar a barreira de que a tatuagem é algo a ser apreciado exclusivamente por meio da visão permite que essas pessoas sintam as mesmas emoções que as pessoas com capacidade de enxergar sentem ao fazer uma tatuagem com significado especial ou um simples desenho.

A capa do álbum da banda de pós-punk Joy Division, Unknown Pleasures de 1979 é muito conhecida pelo espectro das ondas de energia – que pode ser calor, vibração, etc - de uma supernova – fenômeno que ocorre durante os estágios finais da vida de uma estrela. Diversos fãs do grupo têm tatuado as ondas marcantes. Será que vai ser possível escutá-las após o lançamento do aplicativo? No passado cientistas já conseguiram comprovar a tese de Einstein e ouvir o som do universo.

Leia também: Instagram testa funcionalidades para sua plataforma web

    Leia tudo sobre: aplicativo inovação
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.