Tamanho do texto

Estudo da Worldpay, empresa especializada em pagamentos, apontou que 85% dos entrevistados pensam em comprar dispositivo de realidade virtual

O uso da realidade virtual para realizar compras pode estar mais próximo do dia a dia dos brasileiros que se imagina. Um levantamento da Worldpay, empresa especializada em processamento de pagamentos, apontou que 73% dos brasileiros entrevistados têm interesse em fazer compras usando dispositivos como Gear VR e Oculus Rift, que podem transportar o consumidor para uma experiência imaginária criada para replicar o mundo real.

Leia também: Óculos irão substituir os smartphones em cinco anos, projeta Facebook

O resultado é consideravelmente maior que o registrado por outros países pesquisados, como Alemanha (59%) e Japão (57%). Com o lançamento de cada vez mais produtos na área, a pesquisa destacou ainda que os dispositivos estão se tornando cada vez mais acessíveis e ganhando a atenção de mais consumidores no país. Entre os 2004 brasileiros entrevistados, 85% dos entrevistados consideram adquirir um visor de  realidade virtual  e 84% gostariam de ver lojas físicas usando o recurso.

Segurança dos meios de pagamento por realidade virtual é uma das preocupações para 43% dos entrevistados
Shutterstock
Segurança dos meios de pagamento por realidade virtual é uma das preocupações para 43% dos entrevistados

Leia também: Google for Jobs: encontre um emprego no maior site de buscas do mundo

Para 43% dos entrevistados, porém, a segurança do meio de pagamento virtual é uma das principais preocupações. Pensando em superar essa barreira, pesquisadores da Worldpay estudaram como os consumidores podem usar cartões de crédito e débito enquanto estão imersos em um ambiente virtual. O resultado foi a criação de uma prova de conceito que promete oferecer o mesmo nível de conveniência e segurança de lojas físicas e online sem a necessidade de deixar o universo virtual.

O protótipo utiliza o recurso de "Host Card Emulation (HCE)", que virtualiza o processo de compra. O processo também utiliza uma ferramenta que permite trabalhar de maneira semelhante aos pagamentos com cartões contactless, isto é, que exigem somente a aproximação do cartão no terminal. Para o usuário digitar a senha, a empresa criou um recurso chamado AirPIN. "É a primeira solução deste tipo que permite que o consumidor veja uma série de números neste ambiente virtual e selecione os quatro dígitos que compõem a sua senha", disse a empresa em seu comunicado.

Leia também: Realidade virtual: veja os aplicativos gratuitos disponíveis no mercado

"Quanto mais consumidores tiverem a oportunidade de experimentar essa tecnologia, maior a chance de perceberem todos os benefícios que a realidade virtual oferece – não só relacionado à experiência de compra, mas também a outras atividades de rotina, como jogando video games, praticando atividades físicas e até mesmo no ambiente de trabalho colaborativo", explica Juan D'Antiochia, gerente geral da Worldpay para América Latina.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.