Tamanho do texto

Com preço estimado em pouco mais de R$ 300, dispositivo possui espaço para o smartphone e reflete imagens tridimensionais à frente dos usuários

Brasil Econômico

Lembrando o Microsoft HoloLens, um novo visor permitirá que os proprietários de iPhone experimentem a realidade aumentada com a ajuda do celular e integrem elementos do mundo real com o virtual. Batizado de Mira Prism , o óculos possui um espaço para encaixar o smartphone e exibir as imagens em frente aos usuários. De acordo com o site "CNET", o visor deverá ser vendido por US$ 100 (ou, aproximadamente, R$ 316).

Leia também: Super Mario da vida real? Programador recria jogo em realidade aumentada

Com início das vendas previsto ainda para 2017, o Mira Prism pode ser utilizado como Gear VR , que também precisa de um smartphone para exibir as imagens, ainda que não tenha a mesma qualidade por conta do preço mais em conta na comparação com o aparelho da Samsung. De acordo com a análise feita pelo "CNET", o acessório lembra mais uma versão do Google Cardboard para iPhone e realidade aumentada .

Em análise, site comparou o Mira Prism com uma versão para iPhone e realidade aumentada do Google Cardboard
CNET/Reprodução
Em análise, site comparou o Mira Prism com uma versão para iPhone e realidade aumentada do Google Cardboard

Leia também: Google Glass: visor é relançado com melhorias e foco no setor corporativo

Para o usuário ver os elementos em realidade aumentada, basta encaixar a fita elástica do Mira Prism na cabeça já com o smartphone encaixado no acessório. Em seguida, as imagens são refletidas na área de visualização como elementos tridimensionais. Em um dos testes feitos pelo site, foi possível controlar uma nave espacial em um aplicativo usando um controle remoto. O resultado, segundo a análise, foi bastante convincente.

A empresa responsável pelo visor tem planos para desenvolver novos aplicativos, além de uma parceria com alguma empresa do setor de entretenimento que desejar envolver suas marcas com a plataforma. A ideia é desenvolver algo semelhante ao que a Disney está realizando em conjunto com a Lenovo. Como lembra o "CNET", o Mira Prism pode ser uma boa alternativa para tornar os acessórios de realidade aumentada mais acessíveis.

Leia também: Entenda como a China está acabando com pagamentos em dinheiro vivo

O dispositivo deve chegar às lojas junto com o novo iPhone, que já contará com o ARKit, uma plataforma de realidade aumentada parecida com o Google Daydream . O sistema desenvolvido pela Apple já conta com demonstrações interessantes de interação com o mundo real exibidas diretamente na tela, sem precisar do visor. Resta saber se o Mira Prism terá força para concorrer com o smartphone.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.