Tamanho do texto

Opção é analisada pelo UberEats para aumentar a fidelidade dos usuários ao serviço; programa de assinaturas poderia cancelar cobrança de taxas

Serviço do Uber está presente em diversas cidades; no Brasil, plataforma está em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte
Divulgação
Serviço do Uber está presente em diversas cidades; no Brasil, plataforma está em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte

O UberEats , serviço de entrega a domicílio do aplicativo de transporte Uber, pretende testar um programa de assinaturas para usuários que residem no Reino Unido, de acordo com informações divulgadas pelo site Business Insider . O objetivo da plataforma, que registrou receita de 2,2 bilhões de euros (cerca de R$ 8,5 bilhões) em 2017, é aumentar a fidelidade dos consumidores ao serviço em relação aos seus concorrentes.

Leia também: Não perca a direção! Conheça a versão mais leve do aplicativo Google Maps

O programa de assinaturas do serviço de entregas do Uber poderia liberar usuários das taxas de entrega do aplicativo, além de oferecer acesso para cardápios e promoções. Ao  Business Insider , Toussaint Wattinne, gerente do UberEats no Reino Unido, afirmou que a empresa considera uma série de critérios para melhorar a experiência dos usuários. Segundo ele, o que mais faz os usuários voltarem ao app são os restaurantes , a credibilidade e a velocidade da entrega.

Leia também: Rappi é aplicativo de assistentes pessoais que entregam tudo que você precisar

"Obviamente, há desenvolvimentos no mercado com modelos de inscrição. Não temos um equivalente imediato que estamos lançando porque isso é um investimento", disse Wattinne. "Estamos constantemente testando, nós executamos alguns testes com grupos de usuários em algumas cidades. Mas realmente, nnao é algo que é uma prioridade absoluta ou superior da mente para nós hoje".

A criação de um programa de assinatura serviria para a empresa competir com gigantes como a Amazon e plataformas de entrega como a Just Eat, que também visam o mercado de delivery. Principal concorrente do UberEats, a Deliveroo liberou em novembro seu serviço de assinaturas para usuários do Reino Unido. Com 7,99 euros (cerca de R$ 31) por mês, os usuários não precisam pagar a taxa de 2,50 euros (R$ 9) da plataforma a cada entrega.

Leia também: Empresas como a Apple têm o direito de reduzir o desempenho do seu celular?

Oficializado em 2016, o UberEats é voltado para usuários que desejam receber em casa pratos dos principais restaurantes de sua cidade. O serviço está disponível 24 horas por dia e depende apenas do horário de funcionamento dos restaurantes No Brasil, a plataforma de entregas do Uber está disponível em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, com taxa fixa de R$ 7,90.

    Leia tudo sobre: Aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.