Tamanho do texto

Entre as reclamações dos usuários dos portáteis estão letras ou caracteres que se repetem involuntariamente, letras ou caracteres que não aparecem quando acionados, além de teclas ‘travadas’, que demoram a responder

Brasil Econômico

Segundo a Apple, alguns teclados de MacBook poderão ser substituídos por completo
shutterstock
Segundo a Apple, alguns teclados de MacBook poderão ser substituídos por completo

A Apple apresentou na última semana um programa para consertar gratuitamente  teclados dos seus notebooks. Conforme o comunicado da empresa, o tipo de serviço será determinado após análise individual de cada teclado de MacBook e MacBook Pro, que poderão ter somente algumas peças substituídas ou o teclado todo.

Leia também: Apple vai compartilhar localização de usuários que fizerem ligação de emergência

As recorrentes falhas no teclado de MacBook  fez com que um grupo de usuários processasse a Apple em maio deste ano. Entre as reclamações estavam letras ou caracteres que se repetem involuntariamente, letras ou caracteres que não aparecem quando acionados, além de teclas ‘travadas’ que demoram a responder ou não respondem de maneira eficaz.

Confira abaixo os modelos participantes do programa:

  • MacBook (Retina, 12 polegadas, Early 2015)
  • MacBook (Retina, 12 polegadas, Early 2016)
  • MacBook (Retina, 2017)
  • MacBook Pro (13 polegadas, 2016, duas portas Thunderbolt 3)
  • MacBook Pro (13 polegadas, 2017, duas portas Thunderbolt 3)
  • MacBook Pro (13 polegadas, 2016, quatro portas Thunderbolt 3)
  • MacBook Pro (13 polegadas, 2017, quatro portas Thunderbolt 3)
  • MacBook Pro (15 polegadas, 2016)
  • MacBook Pro (15 polegadas, 2017)

Vale destacar que nenhum outro modelo de notebook Mac faz parte deste programa.

A Apple também orienta que, caso o seu dispositivo tenha sido afetado pelo problema e você pagou pelo conserto, é preciso entrar em contato com a empresa para que o reembolso seja feito. 

Leia também: Apple remove aplicativos que acessam localização de usuários sem permissão

O programa anunciado pela companhia garante o reparo gratuito por até quatro anos após a primeira venda do notebook da Apple.

Substituição de baterias do iPhone

Além da polêmica com o  teclado de MacBook , em meados de dezembro de 2017, alguns usuários de iPhone começaram a reclamar sobre a possibilidade da empresa afetar propositalmente o desempenho dos processadores de iPhone 6 e 6s, com a finalidade de ocultar defeitos da bateria . E em resposta aos clientes, a empresa diminuiu o preço de uma substituição da bateria, mesmo fora de garantia e passou a cobrar R$ 149 pela troca. Antes, o valor era de R$ 449.

Leia também: Nova geração do iPhone vai contar com carregadores mais rápidos e potentes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.