Tamanho do texto

As fotos foram vistas por aplicativos usados dentro da plataforma; de acordo com a empresa, problema durou 12 dias e usuários afetados serão avisados

Nova falha no Facebook vaza dados de 6,8 milhões de usuários
Reprodução Facebook
Nova falha no Facebook vaza dados de 6,8 milhões de usuários


Uma nova falha no Facebook permitiu que aplicativos acessassem as fotos de 6,8 milhões de usuários. A informação foi reveleada nesta sexta-feira (14), em um post da página voltada para desenvolvedores da plataforma .

De acordo com a postagem da empresa, a falha no Facebook durou 12 dias e expôs as imagens pessoais de alguns usuários entre 13 e 25 de setembro deste ano.  Cerca de 1,5 mil aplicativos de 876 desenvolvedores podem ter conseguido acessá-las.

"Corrigimos o problema, mas, devido ao bug, alguns aplicativos de terceiros podem ter tido acesso a um conjunto de fotos mais amplo do que o normal por 12 dias", diz o aviso.

Leia também: Hackers roubam dados de 29 milhões de usuários do Facebook

Ainda segundo o comunicado, o 'bug' teria dado acesso não apenas as fotos que foram postadas na rede social, mas também àquelas que não haviam sido compartilhadas com amigos ou o público, como as imagens compartilhadas no nos stories do Facebook . Outras fotos, como as que foram carregadas no site, mas acabaram não publicadas, também foram afetadas pela falha.

"Nós geralmente só permitimos acesso às fotos que são postadas na linha do tempo. Neste caso, o bug potencialmente deu a desenvolvedores acesso a outras fotos, como as postadas no Marketplace ou nas Stories. O erro também afetou fotos postadas e não compartilhadas", afirma o post.

As pessoas que foram afetadas pelo problema devem ser notificadas em suas contas em breve. Também é possível descobrir se sua conta foi invadida através de um link disponibilizado pela empresa .

Na nota, a plataforma pede desculpas e diz que lançará ferramentas para "excluir as fotos [acessadas irregularmente] do usuários afetados".

Depois de diversas falhas no Facebook, empresa oferece desconto para quem descobrí-las

Empresa oferece recompensa para quem encontrar falha no Facebook
shutterstock
Empresa oferece recompensa para quem encontrar falha no Facebook


O Facebook aumentou o valor do pagamento oferecida para quem conseguir identificar falhas na segurança de suas contas. A informação foi divulgada pelo Facebook Bug Bounty, perfil oficial do programa de recompensa de falhas da empresa.

De acordo com a nota publicada pelo Facebook , o objetivo é barrar o vazamento de dados e o acesso de hackers a perfis de outras pessoas, já que as falhas a serem investigadas são as permitem que um invasor consiga controlar a conta de determinados usuários. 

Os valores pagos como forma de recompensa podem chegar a até US$ 40 mil (cerca de R$ 150 mil) para falhas em que o usuário que teve sua conta invadadida não precise ter colaborado com a ação do hacker , clicando em um determinado link, por exemplo; e de US$ 25 mil (cerca de R$ 100 mil) para a descoberta de erros em que a invasão da conta contou com algum tipo de ajuda da vítima.

Leia também: Lembra dele? Google+ será encerrado após vazar dados de 52,5 milhões de usuários

Além de descobrir a falha no Facebook , o investigador também precisa se comprometer a não divulgar o problema até que o erro seja corrigido.


    Leia tudo sobre: Facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.