coronavírus
Divulgação/Hi Technologies
Hilab é o menor laboratório do mundo, capaz de testar para o novo coronavírus


A startup brasileira Hi Technologies desenvolveu um teste rápido para o novo coronavírus. O resultado sai em apenas 15 minutos e em breve estará disponível em farmácias de todo o país. 

O teste é realizado através do laboratório portátil da empresa, o Hilab . Existente desde 2017, o menor laboratório do mundo já faz outros exames de sangue, e agora passa a testar também o novo coronavírus

Como funciona o teste? 

O Hilab funciona com a ajuda de inteligência artificial e internet das coisas . A rapidez não é garantida por inovações na parte bioquímica do processo, mas sim no processamento de informações , que é acelerado pela tecnologia

Leia também: Médico robô? Inteligência artificial ganha força na saúde

A realização de qualquer exame através do Hilab é pouco invasiva, bastando apenas um furo na ponta do dedo do paciente, feita por algum profissional da saúde. Em seguida, a amostra é colocada dentro de uma pequena cápsula em contato com reagentes. Depois, tudo vai para dentro do dispositivo. 

coronavírus
Divulgação/Hi Technologies
O dispositivo envia informações para um laboratório em Curitiba


É dentro do Hilab que a tecnologia começa a agir. O aparelho cria uma versão digital da amostra e a envia, com uso de internet , para um laboratório físico em Curitiba, no Paraná. Lá, uma equipe de biomédicos conta com o auxílio de algoritmos de inteligência artificial para entregar o laudo dos exames. 

“Você potencializa a capacidade humana e tem um suporte à decisão de forma mais clara. Aqui na Hi Technologies, a gente tem a pessoa laudando e a máquina fazendo a contra-prova, digamos assim”, explica Marcus Figueredo, CEO da startup. 

Leia também: Coronavírus: conheça 10 tecnologias usadas para combater a pandemia

Os resultados de exames saem em questão de minutos, e são enviados diretamente para o paciente por SMS ou e-mail. No caso do teste para o novo coronavírus, o laudo sai em apenas 15 minutos

Como utilizar o novo teste? 

O dispositivo em si já é registrado na ANVISA e utilizado em diversas redes de farmácias brasileiras para outros exames sanguíneos. A expectativa da Hi Technologies é a de que, a partir da segunda quinzena de abril, o teste para o novo coronavírus já esteja disponível para essas farmácias parceiras. Entre elas, estão a Nissei, Panvel, Araújo, Raia Drogasil e Pague Menos. 

Leia também: Ministério da Saúde cria pacote de figurinhas no WhatsApp sobre coronavírus

Além da disponibilização do teste rápido do novo coronavírus em farmácias, a startup também irá disponibilizá-lo para empresas interessadas em aplicá-lo a seus funcionários. 

Em um comunicado oficial, a Hi Technologies afirma, ainda, que pretende levar o teste rápido do novo coronavírus para o maior número de pessoas possível. “Iniciamos conversas com o Poder Público de vários estados, planos de saúde, hospitais e com outros grandes laboratórios do Brasil, para colocarmos nossa tecnologia a serviço destas instituições. Tentaremos atender o maior número possível de locais”, diz o informe.

    Veja Também

      Mostrar mais