WhatsApp
iG Tecnologia
Conheça o AprendiZap


Desde o início do período de isolamento social causado pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), escolas em todo o país tiveram suas aulas suspensas. Com a mudança na rotina, muitos jovens têm enfrentado dificuldades em se concentrarem nos estudos, mas um robozinho veio para ajudar. 

O AprendiZap é um robô integrado ao WhatsApp que envia conteúdos escolares para alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental. O objetivo é complementar os conteúdos online que escolas e secretarias de educação têm disponibilizado durante o período de isolamento social. Alinhado à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o projeto é uma parceria entre a Fundação 1Bi, a Fundação Lemann e a Imaginable Futures.

Os conteúdos são disponibilizados semanalmente conforme o aluno interage com o robô . Dez materiais, incluindo textos, vídeos e exercícios, são entregues aos jovens por semana, e a ideia é que isso renda a eles cerca de uma hora e meia de estudos diários.

Leia também: Ensino à distância: plataformas e instituições ajudam professores

“A gente quis criar uma experiência que tem um pouco de relação com a rotina do aluno na escola. Dividindo em semanas, a gente coloca um ponto final, trazendo um sentimento de evolução”, explica Débora Nunes, analista de produtos e soluções da Fundação 1Bi.

Chegando a quem mais precisa

Um dos maiores objetivos do AprendiZap é chegar até os jovens mais vulneráveis e, por isso, a escolha pelo WhatsApp como meio de disseminação dos conteúdos foi essencial. Débora conta que as soluções encontradas por secretarias de educação em todo o país nem sempre são acessíveis a alunos de baixa renda, já que muitas vezes exigem o download de aplicativos (o que requer boas conexões e celulares com armazenamento maior) ou a utilização de computadores e redes Wi-Fi. 

Utilizando o WhatsApp, o robô-professor consegue chegar a jovens que não possuem boa conexão , computador ou celulares com grandes capacidades de processamento e armazenamento. “O WhatsApp é um canal mais acessível. A gente entra como uma forma de complementar, exatamente para pegar esse público que não vai conseguir acompanhar tão bem essa maneira institucional das escolas reporem as aulas”, diz Débora. 

Leia também: Coronavírus fecha escolas: como o Google pode ajudar no ensino à distância?

E o projeto já tem apresentado resultados. Cinco dias de AprendiZap no ar foram o suficiente para que o robô estivesse sendo utilizado por alunos em todos os DDDs do Brasil. Hoje, cerca de 70 mil estudantes fazem uso da plataforma, e o número só cresce dia após dia. 

Para Débora, porém, os números não são tão relevantes perto da aprovação dos alunos. Em uma avaliação realizada pela própria plataforma na primeira semana de conteúdos, a média das notas dadas pelos alunos ao AprendiZap foi 9, em uma escala de 0 a 10. “Se os alunos estão gostando do conteúdo, é onde a gente vê o impacto do projeto”, comemora a analista. 

Como funciona o AprendiZap

Quem tem gostado bastante de utilizar o AprendiZap é Manuela Cezário, de 12 anos, aluna do 8º ano de um colégio particular em Valinhos, no interior de São Paulo. A estudante passa cerca de duas horas por dia usando a novidade, e diz que ela é diferente das demais ferramentas online que já estava acostumada a usar. “Na internet, você mesmo tem que procurar alguma coisa que você queira estudar. No AprendiZap, não. Ele ajuda bastante porque só de você enviar o código, ele já te envia uma matéria”, conta Manuela.

Leia também: Crianças em casa: Conheça 7 aplicativos educativos para usar no isolamento

E é mesmo fácil. O AprendiZap funciona conforme o aluno vai enviando mensagens a ele. Como em toda conversa, tudo começa com um “oi”. Em seguida, o robô pergunta em qual ano do ensino fundamental o jovem está, e é preciso digitar apenas um número para respondê-lo. 

Depois, o sistema mostra o conteúdo daquela semana e envia a primeira aula. Quando concluí-la, o aluno envia “ok” para receber a correção dos exercícios e a próxima lição, e assim por diante. De acordo com Débora, o ideal é que os estudantes completem cerca de duas aulas por dia para conseguirem manter os conteúdos semanais atualizados.

A utilização do robô é completamente gratuita. Para começar a utilizar o AprendiZap, é só salvar o número (11)97450-6763 em sua lista de contatos e enviar a palavra “oi” para ele através do WhatsApp .

    Veja Também

      Mostrar mais