Mi 10
Divulgação/Xiaomi
Xiaomi Mi 10 ainda não foi anunciado no Brasil


O Xiaomi Mi 10 vem fazendo bastante sucesso no cenário internacional mas, por enquanto, ainda não tem data para chegar ao Brasil. O celular é um dos carros-chefe da linha Mi, a mais poderosa da fabricante chinesa.

Leia também:

Xiaomi Mi 10: quando o smartphone do momento chegará ao Brasil?

Xiaomi Mi 10 Pro é o celular mais rápido do mundo; veja o ranking

Qual Xiaomi é melhor? Entenda todas as linhas de celular da marca chinesa

Quando foi lançado na china, os estoques do primeiro lote do modelo se encerraram em apenas um minuto . Em duas semanas,  cerca de 500 mil unidades do Mi 10 já tinham sido vendidas no país.

Mas, enquanto o smartphone não chega ao mercado brasileiro, vamos descobrir as impressões de quem já usou o Mi 10 fora do país. 

Design 

O design do Mi 10 é bastante moderno e condizente com o título de smartphone premium que o celular carrega. "Temos aqui um aparelho que grita PREMIUM por todos os lados. Isto ao mesmo tempo que adota muitas das tendências do mercado atual de smartphones", opina o jornalista Nuno Miguel Oliveira, em seu review para o site português Leak .

Para ele, o único problema do design é a falta da entrada de áudio jack (apesar disso, o smartphone acompanha adaptador). Nuno conta que o celular é bastante confortável de segurar. 

Já Harish Jonnalagadda, do site Android Central , que usou o modelo indiano (que tem algumas pequenas diferenças em relação ao europeu), diz que o celular não é dos mais confortáveis de ser utilizado, mas que as laterais ajudam na hora de segurá-lo.

Além disso, o jornalista conta que as câmeras saltadas para fora e alinhadas à esquerda deixam o celular um pouco bambo quando apoiado em uma superfície.

Desempenho

O Xiaomi Mi 10 é um celular com especificações poderosas. O Snapdragon 865 é acompanhado de 8GB de memória RAM, o que promete um desempenho invejável. 

Nuno gostou da experiência, e contou que, com esse celular, "performance nunca irá ser problema". Harish também conta que não presenciou nenhuma lentidão e que o processador dá conta de tudo com tranquilidade.

"O sensor de impressão digital na tela também é um dos melhores que já usei e funciona de maneira confiável, sem problemas. Você também obtém o desbloqueio facial que funciona de maneira confiável mesmo em condições de pouca luz", acrescenta Harish. Ele também elogia o desempenho da bateria , que classifca como "fantástico".

Câmeras

O Mi 10 vem com quatro câmeras traseiras, sendo a principal de 108 MP. As demais são um sensor ultrawide de 13 MP, um de profundidade de 2 MP e uma lente macro também de 2MP.

Para Nuno, a performance fotográfica do celular é excelente. Harish já é um pouco mais crítico: "A câmera de 108 MP é fantástica, mas o restante das câmeras existem apenas por razões de marketing".

O jornalista diz que a lente macro deixa a desejar. "Eu não consegui tirar uma foto usável sequer com a lente macro, e eu não entendo porque a Xiaomi decidiu adicionar esse sensor ao conjunto de câmeras", critica.

Apesar disso, ele elogia a gravação de vídeos em 8K e a boa estabilização óptica.

Decisão final

Harish opina que o Mi 10 é um bom celular, mas avalia que talvez ele não emplaque como premium , sobretudo no mercado indiano (que costuma se comportar de forma similar ao brasileiro).

"Tendo usado a maioria dos carros-chefe da Xiaomi nos últimos quatro anos, posso dizer com segurança que o Mi 10 é o telefone mais sofisticado que a marca lançou até hoje. Mas o fato de haver tantos dispositivos excelentes disponíveis no país faz com que o Mi 10 seja difícil de vender, principalmente quando você considera o estado atual do MIUI", opina.

Já o português acredita que, por lá, a entrada da Xiaomi no mercado premium deve funcionar. "O Mi 10 é um grande esforço da Xiaomi para entrar no mercado ‘Super Premium’, será que irá resultar? Na minha opinião sim", conclui.

    Veja Também

      Mostrar mais