Facebook Google Amazon Apple
Unsplash/Rami Al-zayat
Empresas que controlam os principais aplicativos depõem hoje


Os CEOs das maiores empresas de tecnologia depõem nesta quarta-feira (29) no Congresso dos Estados Unidos. Jeff Bezos, da Amazon , Tim Cook, da Apple , Sundar Pichai, do Google , e Mark Zuckerberg, do Facebook , devem prestar depoimento no painel antitruste do Comitê Judiciário da Câmara.


O objetivo do Congresso é investigar se essas empresas, que dominam o mercado de tecnologia, prejudicam ou eliminam rivais menores quando o assunto é concorrência. 

O painel antitruste , como o próprio nome diz, se opõe à formação de trustes - estrutura na qual as empresas que detêm a maior parte de um mercado se ajustam para manter esse controle. De acordo com o site Axios, as companhias Apple , Amazon , Alphabet (dona do Google ) e Facebook têm, juntas, US$5 trilhões de valor de mercado.

O levantamento ainda revela que, nos últimos cinco anos, essas quatro empresas valorizaram expressivamente mais do que as outras do top 10 de maiores companhias de tecnologia.

"Dado o papel central que essas empresas desempenham na vida do povo americano, é fundamental que seus CEOs [executivos-chefes] estejam próximos. Como dissemos desde o início, seu testemunho é essencial para concluirmos essa investigação", disse Jerrold Nadler, presidente do Comitê Judiciário da Câmara, ao site Cnet.

Como as empresas devem argumentar

A principal acusação sobre a Apple é que sua loja de aplicativos traz dificuldades para os desenvolvedores menores. À Reuters, a empresa disse que não controla a participação de mercado para aplicativos, e que sua loja é projetada para a segurança dos usuários. 

Ainda segundo a Reuters, Jeff Bezos deve falar sobre como a pandemia tem impulsionado o e-commerce de modo geral. Mark Zuckerberg, por sua vez, deve exaltar o sucesso "patriótico" da rede social , aproveitando o  mau momento do TikTok como argumento.

A audiência será realizada nesta quarta-feira, em Washington, às 13h (horário de Brasília). Haverá transmissão online ao vivo, e quem quiser acompanhar é só acessar o canal no YouTube do subcomitê da Câmara .

    Leia tudo sobre: Facebook

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários