TikTok
Unsplash/Kon Karampelas
TikTok é acusado de espionagem


Esta não é uma boa fase para o TikTok . As acusações de que o aplicativo seria uma ferramenta de espionagem do governo chinês vêm ganhando força, fazendo com que a rede social já tenha sido banida da Índia, esteja  na mira dos Estados Unidos e tenha recebido acusações do Anonymous. 


As ações contra o TikTok começaram num momento em que alguns governos possuem sentimento anti-China. No caso da Índia, que tem questões políticas e militares envolvendo a China,  o TikTok foi banido junto de outros 58 aplicativos chineses. 

De acordo com o Ministério da Tecnologia da Informação na Índia, o motivo é que essas aplicações “estão engajadas em atividades que são prejudiciais à soberania e integridade da Índia, à segurança do estado e à ordem pública”. 

O TikTok e os EUA

Nos Estados Unidos, a má relação com a China também tem afetado a permanência do TikTok . O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, já afirmou, em entrevista à Fox News, que a população deve ser cautelosa quanto ao uso de aplicativos chineses como o TikTok. De acordo com ele, o país estuda banir a rede social.

Depois disso, o próprio presidente Donald Trump confirmou que estuda o banimento do TikTok . Em seguida, o assessor comercial da Casa Branca, Peter Navarro, afirmou que os aplicativos chineses enviam dados dos usuários a “servidores na China, diretamente aos militares chineses, ao Partido Comunista Chinês e às agências [oficiais], que querem roubar nossa propriedade intelectual”.

rede de hackers Anonymous também pediu, através do Twitter, que as pessoas deletem o TikTok . De acordo com o grupo, o aplicativo “trata-se essencialmente de um malware operado pelo governo chinês executando uma operação de espionagem em massa”.

A Amazon também entrou para a discussão. A empresa de tecnologia pediu que todos os seus funcionários excluíssem o TikTok de seus celulares. Cinco horas depois, a companhia recuou e disse que o aviso tinha sido enviado por engano.

As acusações feitas por órgãos civis e pelo próprio governo norte-americano, porém, não vêm acompanhadas de provas.

Preciso excluir meu TikTok? 

As acusações tem deixado muitas pessoas preocupadas com o uso de seus dados , sobretudo porque o TikTok já enfrentou outros problemas de privacidade no passado. Recentemente, o aplicativo foi pego  “espionando” o que os usuários copiavam em seus teclados e, em maio, a rede social foi acusada de violar um acordo sobre proteção de dados de crianças .

Apesar desses indicativos, o TikTok tem se esforçado para mostrar que não tem nenhuma ligação com o governo chinês. O aplicativo pertence à empresa chinesa ByteDance , que opera uma rede social muito similar, a Douyin , no território da China. 

A existência de dois aplicativos separados já demonstra uma tentativa da empresa de desassociar o TikTok ao envio de informações ao governo chinês. Se o Douyin precisa cumprir as leis do país (o que, por vezes, inclui o compartilhamento de dados), o mesmo não acontece com o TikTok. 

Recentemente, uma nova lei de segurança em Hong Kong deu mais poder ao governo chinês sobre o território e, por isso, o TikTok resolveu deixar a região . A medida pode ter sido tomada para mostrar ao mundo que a rede social não está disposta a responder diretamente à China.

TikTok no Brasil

Por aqui no Brasil, o TikTok segue em alta. O aplicativo vê seu número de usuários crescerem, em uma campanha que tem dado certo . A preocupação com o envio de dados à China ainda não atingiu grandes órgãos no país. 

À reportagem, o TikTok esclareceu que não compartilha dados com o governo chinês. “Nunca fornecemos dados dos usuários ao governo chinês e nem o faríamos se solicitado”, disse a empresa. 

Além disso, a companhia afirmou que cumpre as leis de cada país onde opera. Ou seja, por aqui, o TikTok está sob as legislação brasileira - e não a chinesa. "A privacidade e a segurança de nossos usuários são a principal prioridade do TikTok, e cumprimos as leis e regulamentos locais nos mercados em que operamos. Temos uma Política de Privacidade transparente que descreve as informações que processamos para oferecer suporte a nossos produtos e recursos", esclareceu.

Política de Privacidade do aplicativo é o documento com o qual qualquer usuário consegue entender quais dados são coletados e para quais fins são utilizados. A recomendação é que os usuários leiam esses termos antes de utilizar a plataforma - e isso vale para qualquer aplicativo, não apenas para o TikTok. 

No caso do TikTok , as principais informações coletadas são:

  • Informações de perfil: dados que você cadastrou como nome, e-mail e número de telefone;
  • Conteúdo publicado e informações comportamentais: os vídeos que você publica e suas interações na rede social, bem como as interações que os demais usuários têm com você;
  • Dados de terceiros: para fins publicitários, o TikTok também recolhe seus dados em aplicativos terceiros, como quando o login é feito com o Facebook, além outras redes de anunciantes;
  • Informações técnicas: endereço IP dos dispositivo, histórico de navegação, operadora móvel e fuso horário, além de outras;
  • Sua localização.

À reportagem, o TikTok afirmou que os dados de seus usuários são armazenados em servidores em Singapura e nos Estados Unidos.

Sobre o possível banimento dos Estados Unidos, um porta-voz do aplicativo disse que “o TikTok é liderado por um CEO americano, com centenas de funcionários e líderes-chave em segurança, produtos e políticas públicas nos EUA. Não temos outra prioridade senão promover uma experiência de aplicativo segura e confiável para nossos usuários”. 

A respeito da banimento na Índia, a empresa também deu um posicionamento. “A criação de equipes de gerenciamento locais capacitadas nos países onde o TikTok opera, incluindo a Índia, foi fundamental para o nosso sucesso global. Embora o governo da Índia tenha emitido uma ordem provisória para bloquear 59 aplicativos, a equipe da ByteDance, de cerca de 2.000 funcionários na Índia, está comprometida em trabalhar com o governo para demonstrar nossa dedicação à segurança do usuário e nosso compromisso com o país em geral. Estamos orgulhosos de fornecer centenas de milhões de usuários na Índia - e em todo o mundo - uma plataforma criativa para suas histórias, performances, educação e, frequentemente, uma maneira de ganhar a vida”, disse um porta-voz.

Como posso controlar minha privacidade no TikTok?

Apesar de ser responsabilidade das empresas protegerem os dados de seus usuários, cada um também pode se proteger tomando algumas ações. “A Internet cresce dia a dia com novas propostas e desafios, mas a verdade é que não importa qual é a nova funcionalidade ou a rede que usaremos em alguns anos, desde que levemos em conta nossa privacidade e possamos escolher como e com quem compartilhar nossas informações”, diz Cecilia Pastorino, especialista em segurança da informação da ESET América Latina, empresa líder em detecção proativa de ameaças. 

No caso do TikTok , as configurações de privacidade ficam dentro do menu, localizado nos três pontos no canto direito superior da tela. Confira as dicas da ESET sobre os principais pontos a serem configurados:

  • Gerenciar conta: aqui o usuário tem acesso às suas maneiras de fazer login, seja com senha ou através de atrelamento a outras redes sociais, como o Facebook. A dica é tentar se cadastrar com uma nova conta, sem se associar a outras redes, e criando uma senha forte;
  • Segurança: nesta aba, o usuário pode ver em quais dispositivos sua conta foi acessadas, o que permite a detecção de movimentos incomuns;
  • Privacidade e segurança:  nesta página, a dica de segurança é deixar o perfil como “privado”, para que apenas seguidores tenham acesso aos seus conteúdos;
  • Publicações: nesta aba, os usuários podem restringir quem comenta suas publicações e os convida para duetos;
  • Sincronização familiar: aqui os pais podem vincular suas contas no TikTok com a de menores de idade, auxiliando no controle parental.

    Veja Também

      Mostrar mais