TikTok
Unsplash/Kon Karampelas
TikTok rouba dados dos usuários


O TikTok usou de uma brecha no Android para coletar dados indevidos de seus usuários, de acordo com uma análise do jornal The Wall Street Journal. Em teoria, as informações são proibidas de serem acessadas e, mesmo assim, o aplicativo as coletou por 15 meses.   

De acordo com a reportagem, a rede social teve acesso a dados bastante específicos e pessoais, como o endereço MAC dos usuário. Se cruzado com outros dados, o MAC pode identificar as pessoas com facilidade, o que geralmente é utilizado para gerenciar anúncios. 

Tanto Apple quanto Google proíbem que os aplicativos coletem esse tipo de informação, mas uma falha no serviço do Google permitiu que o TikTok o fizesse. Para driblar ainda mais o sistema, a rede social adicionou uma camada extra de criptografia , fazendo com que os dados fossem enviados escondidos aos seus servidores.

De acordo com a análise do The Wall Street Journal, a coleta dos dados pessoais foi feita durante 15 meses, e terminou em novembro do ano passado. Atualmente, a prática não é mais realizada. 

Ao jornal, o Google respondeu que sabe da existência da brecha e que o TikTok não é o único aplicativo a se aproveitar dela. A empresa irá conduzir investigações para apurar o caso.

    Veja Também

      Mostrar mais