Veja as principais dicas para se manter seguro na internet
iStock
Veja as principais dicas para se manter seguro na internet

Nesta terça-feira (9), se comemora o Dia da Internet Segura , uma iniciativa global que visa conscientizar a população a respeito da segurança de dados online. 

No Brasil, a população passou por um recente vazamento massivo de informações , denominado por esepcialistas da área de cibersegurança como o maior da história. Acontecimentos como esse nos relembram da importância de protegermos nossos dados online e conhecermos as leis em vigor para cobrarmos empresas que coletam nossas informações de cuidarem delas.

Abaixo, confira sete dicas valiosas para sempre navegar na internet com mais segurança:

Redobre o cuidado ao clicar

O golpe mais comum de ser praticado na internet é o de phishingno qual criminosos enviam uma mensagem atrativa para que usuários cliquem e forneçam informações.

Diante disso, é essencial sempre analisar as mensagens recebidas por e-mail, WhatsApp ou redes sociais, conferir se os links estão escritos corretamente e só abrir anexos e clicar em sites se tiver certeza de sua segurança. Na dúvida, não passe seus dados, principalmente os bancários.

Evite usar redes Wi-Fi públicas

A conexão gratuita de shoppings, aeroportos e praças, por exemplo, são bastante atrativas, mas podem ser perigosas. Isso porque cibercriminosos estão sempre de olho nessas rede Wi-Fi e se instalam nelas, conseguindo roubar dados de quem acessa. 

De acordo com a IBM, até redes legítimas hospedadas por estabelecimentos confiáveis podem estar vulneráveis à ação de hackers espiões. Por isso, sempre que possível, evite redes Wi-Fi públicas. Na rua, a opção mais segura para navegar na internet é usar os dados móveis da sua operadora.

Crie senhas fortes

Outra dica essencial para se manter seguro na internet é criar senhas fortes . Nesse sentido, é importante evitar combinações fáceis - em 2020, a senha mais usada no mundo foi '123456' . Além disso, não é recomendado utiliza seu próprio nome, sobrenome ou data de nascimento.

Você viu?

O ideal para criar uma boa senha é misturar símbolos, letras maiúsculas e minúsculas e números aleatórios.

Troque suas senhas com frequência

Além de criar senhas fortes, é essencial utilizar senhas diferentes para sites diferentes. Assim, se um deles passar por um vazamento , você não corre o risco de ter toda a sua vida online exposta.

Pelo mesmo motivo, também é muito importante trocar suas senhas com frequência. De acordo com os especialistas do Grupo Daryus, o ideal é que isso seja feito entre 45 dias e 3 meses.

Desative contas em plataformas que você não usa mais

Nenhum site, aplicativo ou plataforma é 100% seguro e, por isso, é importante deixar suas informações em lugares limitados. Por isso, desative suas contas em sites, redes sociais e apps que você não usa mais.

Outra dica importante, é cortar o acesso de redes sociais e plataformas, como Facebook e Google a sites que você não usa mais. 

Utilize a autenticação em duas etapas

Atualmente, a maior parte das redes sociais, mensageiros e plataformas que utilizamos diariamente possuem a chamada autenticação em duas etapas. Com ela, logins suspeitos só podem ser realizados com a autorização do usuário, dando uma segunda camada de segurança , que vai além da senha .

Leia as políticas de privacidade e termos de uso

Cada serviço que utilizamos na internet possui um termo de uso e uma política de privacidade. Apesar dos documentos serem extensos, é muito importante que seja feita uma leitura, pelo menos das plataformas que você mais utiliza e, portanto, compartilha mais dados.

Nesses contratos, você consegue saber quais dados são coletados e como eles são utilizados, podendo dar seu consentimento com mais clareza. A conscientização do uso de dados é essencial, também, para que se feita uma cobrança por parte da sociedade para que as empresas não façam uso abusivo das informações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários