BBB 21 era tema de grupo no Telegram
Divulgação/Globo
BBB 21 era tema de grupo no Telegram

O Telegram derrubou nesta terça-feira (23) um dos maiores canais para acompanhar o Big Brother Brasil . Com mais de 300 mil membros, o grupo chamado "BBB 21" foi desativado por questões relacionadas a direitos autorais.

No canal circulavam vídeos o dia todo, resumindo os acontecimentos na casa. As imagens tinham os créditos da TV Globo , bem como as mensagens deixavam claro que se tratava de conteúdo do Pay-Per-View. Ao Estadão, os donos do canal disseram que ele foi desativado sem aviso prévio, apenas com uma mensagem sobre violação de direitos autorais .

Para continuar funcionando, outro canal foi criado com fotos e mensagens sobre o programa, sem repercutir vídeos - já são mais de 92 mil participantes. Outro canal do tipo, o "BBB 21 Espiadinha", também passou a postar apenas fotos e texto para não perder o grupo que tem quase 300 mil inscritos.

O Telegram ainda não se pronunciou sobre o tema, mas a decisão parece estar relacionada com uma ação movida em Israel. No país, uma associação antipirataria acusou o aplicativo de não impedir ativamente a circulação de conteúdos ilegais. No caso de Israel, o Telegram foi condenado a pagar multa de US$ 165 mil.

Em resposta ao Estadão, a TV Globo disse que é contra a pirataria , mas não informou se entrou em contato com o Telegram para denunciar os grupos que transmitem imagens do BBB 21 gratuitamente.

    Leia tudo sobre: aplicativo

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários