Hackers invadem sistemas e sequestram dados
Unsplash/Mika Baumeister
Hackers invadem sistemas e sequestram dados

O FBI, polícia federal dos Estados Unidos, obteve a chave de segurança para desbloquear sistemas invadidos pelo ransomware do grupo hacker REvil, mas a manteve em segredo. A informação foi divulgada em reportagem do jornal The Washington Post nesta terça-feira (21).

O grupo é conhecido por invadir servidores de empresas e órgãos grandes. Os hackers infectam esses sistemas com um ransomware, tipo de malware capaz de sequestrar dados e "prendê-los" com criptografia. As informações só são liberadas mediante pagamentos milionários. O que o FBI tinha em mãos era justamente a capacidade de liberar dados dos afetados.

Autoridades ouvidas pelo jornal disseram que o FBI conseguiu a chave em julho acessando os servidores da gangue digital. Por três semanas, a polícia optou por manter a descoberta em segredo para tentar capturar os hackers, plano que não deu certo. No início de agosto, o grupo sumiu sem deixar rastros.

A gangue REvil fez vítimas em todo o mundo.  Um dos casos mais conhecidos foi o da JBS, que pagou resgate de cerca de R$ 58 milhões aos hackers.

Na semana passada, a empresa de segurança Bitdefender liberou uma chave "universal" para desbloquear sistemas invadidos pelo grupo. De acordo com a reportagem, essa chave não foi obtida por meio do FBI. A polícia federal norte-americana, porém, teria ajudado a empresa Kaseya a destravar seus sistemas após um ataque.

Apesar das soluções, a gangue REvil reapareceu na dark web e voltou à ativa driblando as soluções e criando novos ataques.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários