Montadora de carros elétricos vai deixar região de empresas inovadoras após 18 anos para ficar mais perto de sua nova fábrica e da empresa espacial do bilionário
Criptofácil
Montadora de carros elétricos vai deixar região de empresas inovadoras após 18 anos para ficar mais perto de sua nova fábrica e da empresa espacial do bilionário

A sede da montadora de carros elétricos Tesla, do bilionário Elon Musk, vai deixar o icônico Vale do Silício, na Califórnia, berço das gigantes de tecnologia americanas.

A empresa vai mudar o seu quartel-general para Austin, no Texas, onde a construção de uma nova fábrica da Tesla para o Model Y e o futuro Cybertruck (cibercaminhão) está perto de ser finalizada, informou o empresário sul-africano em um encontro com acionistas.

A companhia de Musk vai mudar de endereço depois de 18 anos sediada na Califórnia. A empresa estava baseada em Palo Alto — onde também está a sede de ícones da tecnologia como o Facebook e a Universidade Stanford — desde a sua fundação em 2003.

Mas, de lá para cá, a companhia deixou se ser uma start-up e se tornou a mais valiosa montadora do planeta, além de principal fonte da fortuna de Musk, classificado como o segundo mais rico do mundo em alguns rankings (atrás de Jeff Bezos, fundador da Amazon) e o mais rico pela lista da Bloomberg.

Leia Também

O próprio Musk havia se mudado no ano passado para o Texas para focar em duas prioridades para os seus negócios que estão em curso no estado: o novo veículo espacial da sua SpaceX, que lidera a atual corrida sideral dos bilionários, e a nova fábrica da Tesla.

Mas Musk afirmou que a Tesla não está abandonando totalmente a Califórnia, reforçando que a montadora continuará fabricando veículos por lá. A empresa também tem uma unidade de produção de baterias em Nevada. O governo da Califórnia não se manifestou.

Leia Também

A mudança da sede da Tesla mostra como o Texas — localizado no centro-sul dos EUA, equidistante das duas costas do país — vem se tornando uma espécie de centro gravitacional nacional. Ainda que haja desconforto de algumas empresas com a política conservadora do estado, como a recente lei que bloqueou temporariamente o aborto legal e esforços para restringir o direito de voto. Nesse sentido, um contraste muito grande com a majoritariamente progressista Califórnia.

Por outro lado, o estado tem impostos baixos, menos regulações e um custo de vida bem mais barato. Por isso a Tesla não foi a primeira a se mudar para lá. É apenas a última. Já se mudaram para lá a Hewlett Packard Enterprise Co. (a empresa de hardware se instalou em Houston) e a Charles Schwab Corp (que trocou São Francisco por Dallas).

"Damos as Boas-vindas à Tesla", comemorou o prefeito de Austin Steve Adler em um comunicado. "É uma companhia tecnológica que cria uma indústria limpa e os empregos qualificados que Austin precisa".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários