Facebook é processado nos EUA
Unsplash/NeONBRAND
Facebook é processado nos EUA

A procuradoria-geral do estado de Ohio, nos Estados Unidos, abriu nesta semana um processo contra o Facebook por fraude de valores mobiliários. O estado cobra milhões de dólares que foram perdidos pelo seu principal fundo de pensão  após a empresa se envolver em polêmicas .

Dave Yost, procurador-gerar de Ohio, moveu o processo em nome do Sistema de Aposentadoria de Funcionários Públicos de Ohio. O sistema vendeu ações do Facebook que havia comprado em julho, tendo um prejuízo de US$ 4 milhões. A perda aconteceu porque o preço das ações da companhia caiu depois que documentos internos foram vazados.

No processo, o procurador-geral afirma que o prejuízo é pequeno perto dos mais de US$ 90 bilhões que o fundo administra, mas que isso não impede que a causa seja levantada. "O resultado final é que há questões substanciais sobre a governança do Facebook. Suas políticas são o que dizem que significam? Quais são os procedimentos internos para garantir que a política seja seguida?", questionou ele, em comunicado.

Os documentos vazados do Facebook, que agora se chama Meta , indicam que a empresa sabia dos problemas relacionados a discurso de ódio, desinformação e saúde mental de adolescentes, mas continuou priorizando seus lucros .

De acordo com o procurador-geral, a empresa enganou seus investidores ao deturpar suas políticas sobre desinformação e conteúdo prejudicial. "Este assunto surge de uma violação flagrante de confiança pública pelo Facebook, que explorou conscientemente seus usuários mais vulneráveis ​​- incluindo crianças em todo o mundo – a fim de impulsionar os lucros corporativos", diz Yost na reclamação.

Leia Também

"O Facebook garantiu repetidamente aos investidores que tem 'o conjunto de políticas de conteúdo mais robusto que existe' e elogiou as medidas agressivas que toma para garantir a segurança de seus usuários, evitando que informações incorretas e conteúdo prejudicial se espalhem por meio de suas plataformas", continua o texto.

Um porta-voz do Facebook disse que o processo "não tem mérito" e que a companhia irá se defender.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários