Google Pixel 6
Divulgação/Google
Google Pixel 6

Ao menos duas pessoas que enviaram seus smartphones Google para o conserto nos Estados Unidos tiveram suas contas invadidas. O relato mais recente é da designer de jogos Jane McGonigal, que teve suas fotos vasculhadas.

Em sua conta no Twitter, Jane conta que mandou seu Pixel 5a para o Google para realizar um reparo. Nos EUA, a empresa fornece o serviço de envio dos dispositivos por correio para a assistência técnica.

Depois do rastreio mostrar que seu celular havia sido entregue ao Google, mas a empresa alegar que ele nunca havia chegado, Jane notou que teve fotos e informações pessoais vazadas. "Não envie seu telefone do Google para reparo ou substituição da garantia. Como já aconteceu com outras pessoas, ontem à noite alguém o usou para fazer login no meu gmail, Drive, conta de e-mail de backup de fotos, caixa de depósito e posso ver nos registros de atividades que abriram um monte de selfies na esperança de encontrar nudes", escreveu ela.

"As fotos que abriram eram minhas em maiôs, sutiãs esportivos, vestidos justos e com pontos após a cirurgia", continuou. Mesmo com o celular "desaparecido", Jane conta que tentou contato com o Google, mas não teve seu problema resolvido. "Estive no suporte do Google e do Pixel dezenas de vezes durante toda a semana antes do ataque hacker acontecer, pedindo a eles que investigassem por que meu telefone marcado como entregue pela FedEx 'desapareceu' no depósito. A qualquer momento alguém poderia ter me dado algum conselho de segurança", argumentou

Essa não é a primeira vez que dispositivos Google enviados para a assistência técnica são invadidos. Em nota ao The Verge, a empresa disse que "está investigando esta alegação".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários