Elon Musk
Divulgação
Elon Musk

O bilionário Elon Musk afirmou que sua empresa Neuralink deve começar a implantar chips em cérebros de humanos a partir do ano que vem. O pequeno processador, que vem sendo testado em macacos, permitiria que pessoas com lesões graves na medula espinhal pudessem realizar atividades através do pensamento.

"O chip da Neuralink está funcionando bem em macacos, e na verdade estamos fazendo muitos testes e apenas confirmando que é muito seguro e confiável e que o dispositivo pode ser removido com segurança", disse Musk na segunda-feira (6), durante entrevista ao vivo ao The Wall Street Journal.

"Esperamos ter isso em nossos primeiros humanos - que serão pessoas com lesões graves na medula espinhal, como tetraplégicos, tetraplégicos - no próximo ano, dependendo da aprovação do FDA", continuou. O FDA é o órgão estadunidense que regulariza, entre outras coisas, medicamentos.

Na terça-feira (7), Musk voltou a falar sobre o prazo em uma publicação no Twitter. "O progresso será acelerado quando tivermos dispositivos em humanos (difícil ter conversas matizadas com macacos) no próximo ano", escreveu.

O bilionário é conhecido, porém, por seus prazos exagerados. Em 2019, Musk havia dito que os chips seriam testados em humanos até o final de 2020. Em fevereiro deste ano, ele disse que a tecnologia chegaria a pessoas até o final de 2021.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários