Microsoft suspende vendas na Rússia
Divulgação/Microsoft
Microsoft suspende vendas na Rússia

A Microsoft anunciou nesta sexta-feira (4) que está suspendendo todas as novas vendas de produtos e serviços na Rússia.

"Como o resto do mundo, estamos horrorizados, revoltados e entristecidos pelas imagens e notícias vindas da guerra na Ucrânia e condenamos essa invasão injustificada, não provocada e ilegal da Rússia", escreveu Brad Smith, presidente da Microsoft, em uma publicação no blog da empresa.

Além de suspender as vendas, a companhia também afirma que está trabalhando junto com os governos de Estados Unidos, União Europeia e Reino Unido e "interrompendo muitos aspectos de nossos negócios na Rússia em conformidade com as decisões de sanções governamentais".

"Acreditamos que somos mais eficazes em ajudar a Ucrânia quando tomamos medidas concretas em coordenação com as decisões tomadas por esses governos e tomaremos medidas adicionais à medida que essa situação continuar a evoluir", afirmou Smith.

O presidente da Microsoft ainda afirmou que a empresa está ajudando "autoridades de segurança cibernética na Ucrânia a se defenderem contra ataques russos, incluindo mais recentemente um ataque cibernético contra uma grande emissora ucraniana".

Leia Também

"Como tantos outros, apoiamos a Ucrânia no apelo ao restabelecimento da paz, ao respeito pela soberania da Ucrânia e à proteção do seu povo", concluiu Smith.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários