Wikipédia não recua após ordem russa
Wikipédia/ Divulgação
Wikipédia não recua após ordem russa

Depois da Rússia ordenar a derrubada de um artigo da Wikipédia sobre a invasão à Ucrânia, a Wikimedia Foundation, entidade sem fins lucrativos responsável pela plataforma, afirmou na quinta-feira (3) que não recuará. De acordo com a entidade, a ordem russa foi uma tentativa de censura.

O artigo sobre a invasão russa à Ucrânia foi publicado na Wikipédia em 23 de fevereiro, e segue sendo atualizado por colaboradores desde então. Na terça-feira (1º), o Roskomnadzor, órgão regulador russo para tecnologia e comunicações, ordenou que o artigo fosse excluído, ameaçando derrubar a Wikipédia em toda a Rússia se isso não fosse feito. De acordo com o governo, o artigo traz informações falsas sobre a guerra.

Em comunicado, a Wikimedia Foundation disse que a Wikipédia é mantida por voluntários que se esforçam para que o conteúdo seja confiável. "Como sempre, a Wikipédia é uma importante fonte de informações confiáveis e factuais nesta crise. Em reconhecimento a essa importante papel, não vamos recuar diante dos esforços para censurar e intimidar membros de nosso movimento", diz o comunicado.

A entidade ainda afirmou que, até terça-feira, o artigo em inglês sobre a invasão já havia sido visto mais de 11,3 milhões de vezes. O conflito também gerou outros artigos em pelo menos 99 idiomas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários