Pais poderão controlar tempo que adolescentes ficam conectados ao Instagram
Unsplash/Laura Chouette
Pais poderão controlar tempo que adolescentes ficam conectados ao Instagram

O Instagram lançou nesta quarta-feira (16) ferramentas de controle parental. As medidas  haviam sido anunciadas em dezembro e, por enquanto, funcionam apenas nos Estados Unidos.

De acordo com Adam Mosseri, chefe do Instagram, os recursos são os primeiros de outros que devem surgir ao longo do tempo para permitir que pais e responsáveis monitorem as ações de adolescentes na rede social.

Agora, os adultos podem controlar quanto tempo os filhos passam no Instagram e visualizar quais contas eles estão seguindo e por quem são seguidos. Além disso, toda vez que um adolescente denunciar algum perfil, os responsáveis serão notificados.

Por enquanto, é necessário que os próprios adolescentes ativem o recurso de supervisão de conta, mas o Instagram afirma que a partir de junho o processo poderá ser iniciado pelos pais - os jovens ainda terão que autorizar a ferramenta em suas contas.

As novidades vêm após a Meta, dona do Instagram, enfrentar uma grande polêmica a respeito dos efeitos que a rede social pode causar na saúde mental de adolescentes.

Leia Também

Em setembro do ano passado,  vazaram documentos internos da rede social que mostravam que os executivos do Instagram estavam cientes de que a plataforma pode ser prejudicial à saúde mental de adolescentes, sobretudo meninas, mas não fizeram nada a respeito. Duas semanas depois, o Facebook - que agora se chama Meta -  se defendeu divulgando os documentos oficiais e dizendo que eles haviam sido tirados de contexto.

Mesmo com a defesa, a empresa demonstrou que sabia dos problemas e nada fez para resolvê-los. Depois disso, legisladores dos Estados Unidos e da Europa colocaram a companhia na mira, realizando sessões para discutir o impacto de redes sociais em adolescentes e chegar a possíveis novas regulamentações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários