Funcionários do Twitter temem chegada de Elon Musk
Unsplash
Funcionários do Twitter temem chegada de Elon Musk

Funcionários do Twitter ficaram preocupados com o  anúncio de que Elon Musk vai fazer parte do conselho da rede social. De acordo com trabalhadores ouvidos pela Reuters, existe o temor de que o bilionário interfira em situações de moderação de conteúdo na plataforma, dificultando a exclusão de usuários abusivos e conteúdo prejudicial.

Desde que Musk foi anunciado como membro do conselho do Twitter, políticos estadunidenses conservadores começaram a pedir pelo retorno de Donald Trump à rede social, por exemplo.

Apesar do Twitter ter afirmado que o conselho não interfere em decisões políticas, quatro funcionários ouvidos pela Reuters se mostraram preocupados, já que Musk tem o histórico de usar sua conta na rede social para atacar críticos. "Acho difícil acreditar que (o conselho) não tenha influência. Se não for esse o caso, por que Elon iria querer um assento no conselho?", questionou um dos funcionários.

Enquantos alguns funcionários acreditam que a chegada de Musk pode acelerar o lançamento de novos produtos e recursos, outros se procupam com a animação com que o bilionário foi recebido pelo CEO do Twitter, Parag Agrawal, e procuram empregos em outras empresas. "Algumas pessoas estão arrumando seus currículos. Não quero trabalhar para alguém como ele (Musk)", disse à Reuters um dos funcionários.

Leia Também

Quanto à volta de Donald Trump à rede social, um porta-voz do Twitter disse à Reuters que não há planos de reverter nenhuma decisão política. Não é o que acredita quem acompanha o trabalho de Musk.

Sam Abuelsamid, analista da Guidehouse Insights que acompanha o estilo operacional de Musk na Tesla, acredita que pode ser uma questão de tempo para que o Twitter mude de postura.

"Se Donald Trump fosse mesmo rico, ele teria feito a mesma coisa, mas ele não podia bancar. Então, Elon está fazendo o que Trump gostaria que fosse feito", disse, em entrevista à Reuters. "Eu não ficaria surpreso se o Twitter recuperar a conta de Trump agora que Elon detém quase 10% da companhia", continuou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários