Jack Dorsey, cofundador do Twitter, deixa a empresa
Reprodução/Youtube
Jack Dorsey, cofundador do Twitter, deixa a empresa

Jack Dorsey, cofundador do Twitter, deixou oficialmente a rede social depois de sair do Conselho de Administração da empresa. Através da rede social, Elon Musk lamentou a saída de Dorsey.

Depois de 16 anos no comando da empresa, Dorsey  deixou o cargo de CEO do Twitter em novembro passado, assumindo uma cadeira no Conselho. Nesta quarta-feira (25), em assembleia anual de acionistas, ele decidiu não se candidatar para a reeleição como conselheiro. Atualmente, ele se dedica a negócios na área de criptoativos.

No Twitter, Musk lamentou a saída de Dorsey. "Eu sou um fã de Jack. Gostaria que ele ficasse no conselho, mas entendo que ele precisa seguir em frente", escreveu.

Recentemente, quando Musk anunciou que compraria o Twitter, Dorsey deu apoio público,  afirmando que o bilionário seria "a solução" para a plataforma. Além disso, Dorsey é um dos investidores com quem Musk mantém conversas para aumentar o volume de capital para financiar a sua compra do Twitter.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários