Twitter abre processo contra Musk
Unsplash
Twitter abre processo contra Musk

O Twitter anunciou nesta terça-feira (12) a abertura de um processo contra o bilionário Elon Musk para forçá-lo a concluir a aquisição da rede social, em uma operação avaliada em US$ 44 bilhões.

Segundo um documento judicial, a plataforma alegou uma violação do acordo e pediu a um tribunal de Delaware para ordenar a conclusão do negócio bilionário.

O processo inicia com uma acusação duramente formulada de que "Musk se recusa a honrar suas obrigações com o Twitter e seus acionistas porque o acordo que ele assinou não atende mais a seus interesses pessoais".

"Tendo montado um espetáculo público para colocar o Twitter em cena, e assinado um acordo de fusão favorável ao vendedor, Musk aparentemente acredita que ele - ao contrário das outras partes sujeitas à lei contratual de Delaware - é livre para mudar de ideia, zombar da empresa, prejudicar suas operações, destruir valor aos acionistas e ir embora", acrescenta o texto.

Musk e o Twitter estão se preparando para uma batalha judicial desde a última sexta-feira (8), quando o  bilionário desistiu de comprar a empresa "por violação de acordo".

A decisão foi tomada após Musk cobrar o Twitter para fornecer mais informações sobre o número de contas falsas e de spam em relação ao total de usuários ativos da plataforma.

Além disso, o advogado do bilionário também acusou o Twitter de violar o acordo de fusão porque supostamente contém "representações materialmente imprecisas". Essa acusação é baseada na análise preliminar do próprio Musk de contas de spam na plataforma.

Por sua vez, o Twitter disse que não é possível calcular contas de spam apenas a partir de informações públicas e que uma equipe de especialistas realiza uma revisão para chegar à cifra de 5%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários