Elon Musk acusa Twitter de fraude
Reprodução/Instagram - 26.04.2022
Elon Musk acusa Twitter de fraude

Elon Musk acusa o Twitter de fraude por supostamente ocultar o real número de contas falsas na rede social. A acusação aparece na resposta dada pela equipe jurídica do bilionário ao processo que a empresa moveu contra ele nos Estados Unidos, divulgada nesta quinta-feira (4). As informações são do jornal The New York Times.

Enquanto o Twitter sustenta que menos de 5% das contas ativas na rede social são bots, a equipe de Musk alega que este número pode chegar a 10%. No documento, é citado um levantamento do Botometer, ferramenta desenvolvida pela Universidade de Indiana, para chegar ao valor.

Para Musk, a distorção nos dados esconderam fraquezas do modelo de negócios do Twitter, enganando o bilionário. "O Twitter estava contando erroneamente o número de contas falsas e de spam em sua plataforma, como parte de seu esquema para enganar os investidores sobre as perspectivas da empresa", escreveram os advogados de Musk.

O Twitter, por sua vez, respondeu que o Botometer não é confiável e já chegou a marcar a própria conta de Musk como "altamente provável de ser um bot". A empresa afirma que Musk tenta "distorcer os dados recebidos do Twitter para patrocinar conclusões malucas".

Em um comunicado, Bret Taylor, presidente do conselho do Twitter, disse que as alegações de Musk no documento do processo "são factualmente imprecisas, juridicamente insuficientes e comercialmente irrelevantes".

Os argumentos de Musk aparecem no primeiro documento de resposta ao processo, que deve ser bastante complexo.  O julgamento da batalha entre o bilionário e o Twitter está marcado para outubro e deve durar cinco dias.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários