TikTok quer enfrentar o Instagram
Unsplash/Kon Karampelas
TikTok quer enfrentar o Instagram

O TikTok está planejando a implementação de um novo recurso para permitir que usuários publiquem vídeos que somem após 24 horas. Algumas poucas pessoas começaram a receber a ferramenta TikTok Stories — semelhante à do Instagram — no aplicativo. Os posts podem ser encontrados por uma nova barra lateral na aba "Para você".

De acordo com um vídeo publicado no Twitter pelo famoso consultor de mídias sociais Matt Navarra, o TikTok Stories inaugura uma nova área na principal aba do aplicativo. É possível encontrar os Stories de outros perfis ao deslizar da esquerda para a direita, na página "Para você".

Além de visualizar as publicações de outros usuários, que estarão uma uma barra lateral e podem ser acessadas ao tocar nos avatares em forma de "bolinhas" (característica comum a recursos como este), é possível usar o botão "Create" para postar os seus próprios stories. Confira:

Stories x Reels x TikTok

Algumas pessoas podem ficar confusas: o TikTok já não era um grande Instagram Stories? A dúvida para quem está menos familiarizado com o app chinês se dá essencialmente pelo formato de vídeos verticais, que se popularizou junto aos posts que somem em 24 horas.

Você viu?

Mas no TikTok, até agora, as publicações não eram temporárias — por mais que o algoritmo pare de promovê-las após algum tempo, elas ficam dispostas no perfil do usuário até que ele resolva apagá-las. O formato é semelhante ao Reels, recurso que chegou depois ao Instagram e que, apesar de ficar em uma aba separada no perfil, também não somem, a menos que os usuários os deletem.

O TikTok Stories vem para brigar com o Instagram Stories, um dos recursos mais populares da plataforma rival, e acaba dando espaço a produções menos elaboradas e mais instantâneas.

TikTok acirra disputa com Instagram

Sem esquecer que o formato dos stories surgiu com o Snapchat, é inegável que o recurso alcançou maior popularidade com o Instagram — depois dele, muitos outros tentaram, como LinkedIn, Facebook e até o Twitter,  sendo que este último (Fleets) acaba de descontinuar a função após pouca adesão dos usuários.

Com a adição, o TikTok acirra a disputa com seu maior concorrente do momento — a rede social chinesa ultrapassou recentemente a marca de 3 bilhões de downloads , um recorde antes exclusivo de produtos do Facebook, incluindo o Instagram e o WhatsApp.

Ainda não está claro quando (e se) o TikTok vai liberar o recurso para todos os usuários, ou detalhes sobre como seu algoritmo vai entregar este conteúdo na plataforma.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários