Tamanho do texto

Xbox teria apenas uma carcaça com alguns componentes que seriam usados para gerenciar os movimentos dos controles, saída de vídeo e conexão de rede. O restante seria executado externamente, pelo xCloud

Olhar Digital

A Microsoft anunciou durante a E3 2019 seu novo console, conhecido como Project Scarlett. Muitos ficaram impressionados com o que foi mostrado, mas surgiram diversas dúvidas em relação às estratégias da Microsoft. Isso porque, segundo diversos rumores, a empresa estaria trabalhando em duas versões do console, mas somente uma delas foi apresentada.

videogame
shutterstock
Novo Xbox deve exigir uma assinatura do xCloud, mas o preço ainda é um grande atrativo

Leia também: Do Live Gold ao Insider: 5 dicas de ouro do Xbox que todo gamer tem que saber

Mas parece que a segunda versão não está totalmente morta. Brad Sams, membro do Microsoft Insider, disse que um console focado em streaming ainda está sendo ativamente desenvolvido. Suas declarações foram feitas em um vídeo do YouTube publicado nesta terça-feira (4).

Os nomes dos dois projetos seriam Anaconda e Lockhart. O primeiro é o que foi apresentado como "Projeto Scarlett": um console poderoso. O segundo, por sua vez, seria mais barato e focado no xCloud, serviço de streaming de jogos no qual a empresa está trabalhando.

Apesar dos comentários de Phil Spencer, chefe da divisão Xbox , sobre o lançamento de apenas um console de nova geração, Sams diz que suas fontes internas lhe garantiram que o Lockhart “não está morto e está sendo desenvolvido ativamente”.

Leia também: Tem Xbox, Wii ou PlayStation? Veja como usar seus jogos para emagrecer

Ele ainda afirma que o segundo console pode ser bem mais barato do que se imagina. Isso porque, fisicamente, ele teria apenas uma carcaça com alguns componentes que seriam usados para gerenciar os movimentos dos controles, saída de vídeo e conexão de rede. Todo o restante, como processamento geral da lógica do jogo, gráficos e armazenamento, seria executado externamente, por meio do xCloud.

Ele também estimou que o preço do console pode variar de US$ 60 a US$80 (entre R$230 e R$305 aproximadamente). O console provavelmente exigirá uma assinatura do xCloud para funcionar, mas ainda sim, parece um bom negócio.

Mesmo com todos esses rumores sobre o retorno do projeto Lockhart, não está claro se seu lançamento será realizado junto com o Anaconda no ano que vem. Um usuário do Twitter, conhecido como h0x0d, identificou que a Microsoft solicitou um pedido de patente ao Escritório de Propriedade Intelectual canadense, o que sugere que a empresa quer concretizar suas ideias para o xCloud e Lockhart.

Leia também: Jogos de videogame: vale mais a pena comprar a versão digital ou física?

A companhia exigiu que fosse registrado em seu nome a patente para “Digital Direct”, descrito como “jogos para serem jogados online em redes de computadores e redes de comunicação global”. Isso se encaixaria perfeitamente na descrição que Sams divulgou, o que é uma boa indicação de que tudo isso pode ser verdade.

O futuro do projeto Lockhart ainda é incerto, mas parece que a Microsoft está trabalhando na ideia de fazer com que o xCloud seja como um hardware complementar para um de seus novos consoles, assim como o Stadia do Google.

Via: Inverse