Tamanho do texto

Principal motivo seria o fato desses consumidores serem mais jovens, com nível de escolaridade mais alto e ocuparem cargos mais elevados

Olhar Digital

mulher com celular arrow-options
shutterstock
Pesquisa diz que usuários de Iphone tem mais chances de se dar bem no amor

O aplicativo de encontros "Adote Um Cara" realizou uma pesquisa com os usuários do próprio app para entender quem tem mais chance no amor: consumidores de iPhone ou Android. A análise chega após o lançamento de smartphones de duas gigantes da tecnologia, o Galaxy Note 10, da Samsung, e o iPhone 11 da Apple. 

Leia mais: Você precisa de um gerenciador de senhas? 

O estudo relatou que usuários do sexo masculino tiveram média de 42,8% de chance de seduzir alguém se utilizassem um iPhone, contra 37,8% de usuários de Android. Os resultados em relação ao sexo feminino são equivalentes, pois, de acordo com a pesquisa, as mulheres aumentam 5% a sua atratividade quando usam um iPhone.

Estes dados seguem a mesma linha de uma pesquisa feita pela empresa norte-americana Decluttr, que descobriu que 70% dos solteiros preferem encontrar um parceiro romântico que tenha um iPhone do que um Android. O instituto de análises Newzoo buscou compreender o motivo dessa diferença e realizou um estudo comportamental, em 2017, sobre os consumidores de Apple e Samsung. 

Segundo o instituto, ela pode ser explicada por meio de diversas maneiras, mas a principal se deve ao fato dos "amantes da Apple" serem mais jovens , com nível de escolaridade mais alto que os demais e ocuparem cargos de trabalho mais elevados, tornando-os, portanto, mais suscetíveis a darem importância à aparência.

Leia mais: 5 funções escondidas no Google Chrome que vão facilitar sua navegação

O jornal inglês Cyberpsychology, Behavior, and Social Networking disse que as perferências por parceiros detentores de iPhone remetem à importância de seus usuários para com seu status social. O periódico relatou que os consumidores de aparelhos da Apple são emotivos e tendem a se importar mais com o que os outros pensam.