Olhar Digital

edição passada da MWC
Reprodução
O MWC é o maior evento de dispositivos mobile do mundo, mas grandes empresas como Apple e Amazon já tinham cancelado a participação por causa do Coronavírus

O maior evento de tecnologia móvel do ano, o Mobile World Congress (MWC), está cancelado . O motivo: o surto do Coronavírus COVID-19 que assola a China. Em comunicado por e-mail John Hoffman, CEO da GSM Association (GSMA) - a organizadora do MWC - , disse que o surto tornou "impossível" a realização do evento.

Abandono em massa

A decisão vem depois que a Apple, Amazon e Sony, AT&T, BT, Cisco, Deutsche Telekom, Facebook, HMD Global (que produz os smartphones Nokia), Intel, LG, ZTE e Ericsson, McAfee, Mediatek, Nvidia, Orange, Royole, Vivo, Vodafone e Volvo terem cancelado sua participação, numa onda de desistências que começou há cerca de uma semana.

MWC vai mesmo acontecer? Coronavírus impacta maior feira de tecnologia do mundo

A Samsung, Huawei, Oppo, Xiaomi, Realme e Motorola haviam confirmado sua presença. A TCL havia cancelado sua coletiva de imprensa, mas planejava manter seu stand. Huawei e Oppo haviam informado que toda a equipe chinesa que iria participar da feira passararia por uma quarentena de 14 dias fora da China antes de ir a Barcelona.

A GSMA esperava que a feira, com duração de quatro dias, atraísse 100 mil visitantes de 200 países e gerasse cerca de 14 mil empregos temporários em Barcelona. A prefeita de Barcelona, Ada Colau, chegou a afirmar ao jornal espanhol La Vanguardia que a cidade estava “perfeitamente preparada” para receber o MWC.

A importância do MWC

Mais do que uma "vitrine" para novos produtos, o Mobile World Congress é uma feira de negócios. É lá que operadoras se reúnem com fabricantes para negociar aparelhos que irão compor o portfólio oferecido a seus clientes.

MWC 2020: fabricantes desistem da feira de tecnologia por medo do coronavírus

No evento, fornecedores também apresentam novas tecnologias ou componentes e que OEMs apresentam projetos de aparelhos que podem chegar ao mercado com o nome de marcas locais, como Positivo ou Multilaser, no caso do Brasil. Ou seja, é um evento para "ver e ser visto".

Também é durante o MWC que ocorrem discussões técnicas que irão impactar a definição e implantação de novas tecnologias de rede, como o 5G. Afinal, o evento nasceu destas discussões, quando países europeus se uniram para definir um novo padrão de telefonia móvel que, mais tarde, seria conhecido como GSM.

Mais de 30 anos de MWC

A primeira edição do Mobile World Congress, na época com o nome de  Pan-Europe Digital Cellular Radio Conference , aconteceu em Bruxelas, na Bélgica, em 1987.

O nome GSM World Congress  foi adotado em 1990, quando o evento aconteceu em Roma, e a partir daí ele passou a acontecer em uma cidade diferente todo ano. Em 1996 o local mudou para Cannes, na França, onde o evento foi realizado durante 10 anos.

Em 2003, o nome mudou para  3GSM World Congress. Em 2006, o evento migrou para Barcelona, e em 2008 o nome mudou para Mobile World Congress.  A cidade de Barcelona tem um contrato com a GSMA para abrigar o evento até 2023.

    Veja Também

      Mostrar mais