Olhar Digital

Twitter
Unsplash/Yucel Moran
Twitter compra o Breaker

O Twitter comprou o Breaker , app e serviço que visava criar uma espécie de rede social baseada em podcasts . O anúncio foi feito nessa segunda-feira (4) por Erik Berlin, CEO do Breaker, em um artigo no blog da empresa.

Com a aquisição, a equipe do Breaker irá se juntar ao Twitter para “melhorar a qualidade da discussão pública” no serviço, bem como trabalhar no projeto de uma rede social baseada em áudio ainda em estágio beta, chamada Twitter Spaces. O app Breaker deixará de funcionar em 15 de janeiro de 2021.

“No Breaker, acreditamos fervorosamente na comunicação em áudio e somos inspirados pela forma como o Twitter está facilitando a discussão pública entre pessoas de todo o mundo”, diz Berlin. “Estamos impressionados com o espírito empreendedor do Twitter e entusiasmados com as novas experiências que a equipe está criando”.

O Spaces é um projeto do Twitter que permitirá que os usuários conversem em tempo real usando voz em vez de texto. Ele entrou em testes beta em dezembro, por enquanto com um grupo limitado de usuários apenas no iOS. Moderadores podem criar salas de discussão, convidar usuários através de links e controlar quem participa da conversa. Ainda não há uma previsão para um lançamento público do serviço.

Usuários do Breaker terão até 15de janeiro para exportar um arquivo OPML para transferir as assinaturas de seus podcasts para outros apps. Os desenvolvedores recomendam apps como o Podcasts da Apple, Spotify , Stitcher, Overcast, Pocket Casts ou Castro. Quem hospeda um podcast no Breaker também pode transferí-lo para outro lugar usando um feed RSS.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários