Tesla lança novo software
Unsplash/Bram Van Oost
Tesla lança novo software

Após uma longa espera , alguns motoristas da Tesla começaram a receber uma atualização no sistema de direção assistida . Trata-se da versão beta 9 do ‘Full Self-Driving’ (2021.4.18.12), que foi disponibilizada para download para os usuários Programa de Acesso Antecipado a partir da meia-noite dessa sexta-feira (9).

Ainda que o software não transforme o carro em um sistema autônomo , essa atualização é um avanço nesse sentido. Afinal, irá permitir aos motoristas usar recursos avançados do Autopilot em ruas não rodoviárias.

Essa atualização era uma promessa antiga de Elon Musk . Em 2018, ele tinha dito que o recurso seria lançado em agosto. Em 2019, ele foi prometido para o ano seguinte. Finalmente, no início deste mês a promessa ganhou um selo “em breve”.

Teste na vida real

A Tesla é conhecida por testar versões beta de seus assistentes de direção com seus próprios clientes. Ao participarem do concorrido programa da empresa, os usuários disponibilizam dados reais para que quaisquer bugs no sistema sejam resolvidos.

De acordo com um tuíte de Musk, a lista de testes estava parada por conta de problemas conhecidos que precisavam ser resolvidos. Ele ainda acrescentou que “a versão beta 9 aborda a maioria dos problemas conhecidos, mas haverá problemas desconhecidos, portanto, por favor, seja paranoico.

Você viu?

O carro Tesla é realmente seguro?

Entre as atualizações, estão melhorias na câmera de cabine que monitora o motorista para verificar sua atenção. Além disso, o sistema conta com imagens novas e maiores no visor do carro.

Essas melhorias vêm a somar à fama da Tesla como sinônimo de veículos autônomos. No entanto, alguns especialistas discordam que os veículos da marca sejam exatamente autônomos. Isso porque os motoristas devem manter as mãos no volante e os olhos na estrada enquanto dirigem com o piloto-automático – um sistema parcialmente automatizado de nível 2 pelos padrões da Sociedade de Engenheiros Automotivos.

É verdade que a empresa recomenda aos motoristas adotarem esses comportamentos. Porém, ela ainda não incluiu um sistema de monitoramento mais robusto que pudesse impedir a direção imprudente de alguns motoristas.

Quem aqui já viu um vídeo com proprietários que abusam do sistema de piloto-automático? Alguns dormem na direção, enquanto outros vão para o banco do passageiro. Infelizmente, em alguns casos essas negligências causaram acidentes fatais – como o caso recente no Texas, em que as autoridades disseram que não havia ninguém atrás do volante .

Somente nos Estados Unidos, foram registrados nove acidentes e 11 mortes desde que o sistema de piloto-automático foi introduzido, em 2015. No exterior, são outros sete acidentes e mais nove mortes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários