Tamanho do texto

Grupo chamado Ourmine assumiu ataque, que pode ter relação com roubo de senhas do site LinkedIn em 2012

Hackers assumiram invasão em contas de Zuckerberg
Reprodução
Hackers assumiram invasão em contas de Zuckerberg

Ele pode até mandar na maior rede social do mundo, mas nem Mark Zuckerberg parece estar imune à ação dos hackers.

As contas do fundador do Facebook em sites como Instagram, Twitter, LinkedIn e Pinterest parecem ter sido brevemente invadidas no domingo.

Um grupo de hackers chamado Ourmine, que possui mais de 40 mil seguidores do Twitter, alardeou o ataque e depois convidou o CEO do Facebook a entrar em contato com eles.

"Ei, @finkd, acessamos seu Twitter & Instagram & Pinterest, estamos apenas testando sua segurança, por favor, mande-nos uma mensagem", tuitou o grupo.

O usuário Ben Hall tuitou uma foto da conta de Zuckerberg sendo hackeada no Pinterest
Reprodução
O usuário Ben Hall tuitou uma foto da conta de Zuckerberg sendo hackeada no Pinterest

O site Engadget postou uma foto do suposto ataque.

Os tuítes foram posteriormente deletados. Mark Zuckerberg não tuita com esta conta desde 2012.

O usuário Ben Hall tuitou uma foto da conta de Zuckerberg sendo hackeada no Pinterest.

Reportagens sugeriram que o incidente está relacionado com o hackeamento de dados do site LinkedIn em 2012.

No mês passado, divulgou-se que 117 milhões de combinações de nomes de usuário e senha roubados do LinkedIn em 2012 foram vendidos nos mercados anônimos da dark web por 5 bitcoins - o equivalente a mais de R$ 10.000.

As senhas estavam codificadas, mas de uma forma aparentemente fácil de decifrar.

Não foi possível verificar se a conta de Zuckerberg no Instagram - que faz parte do Facebook - foi hackeada.

A conta, na qual o CEO do Facebook postou penas 30 imagens, tem mais de 600 mil seguidores.

    Leia tudo sobre: Facebook Instagram