Tamanho do texto

O rádio, a TV por assinatura, o jornal impresso e a revista foram citados respectivamente por 42%, 36%, 26% e 14% dos entrevistados pelo SPC Brasil

Brasil Econômico

Nesta terça-feira (23) o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) divulgaram uma pesquisa na qual foi constatada que a TV aberta é a principal fonte de entretenimento de 57% dos brasileiros que vivem sozinhos.

Leia também: Compra do WhatsApp faz Facebook ser multado em 110 milhões de euros

Redes sociais são utilizadas por 63% dos usuários como principal recurso de comunicação com amigos e familiares, diz SPC Brasil
shutterstock
Redes sociais são utilizadas por 63% dos usuários como principal recurso de comunicação com amigos e familiares, diz SPC Brasil

Em seguida no ranking aparece a internet, que foi citada por 49% dos entrevistados das 27 capitais do País. Vale ressaltar que o estudo do SPC Brasil e da CNDL considera pessoas que moram sozinhas como aquelas que não dividem o lar com outras pessoas.

O rádio, a TV por assinatura , o jornal impresso e a revista foram citados respectivamente por 42%, 36%, 26% e 14% das pessoas, sendo que os serviços de streaming compuseram apenas 4% das respostas.

Leia também: YouTube anuncia lançamento de vídeos em 360º para Smart TV

Categorias

No levantamento elaborado pelas instituições foi optado pela separação por gênero. Desta forma, os filmes foram citados por 63% dos homens como o que mais desperta interesse, e a novela foi apontada por 55% das mulheres. Outros temas com forte interesse desse público que mora sozinha são humor, música, saúde e séries, que foram citadas por 35%, 30%, 27% e 25%.

De acordo com o balanço, 66% dos brasileiros que moram sozinhos possuem smartphone e usam aplicativos, sendo que plataformas de mensagens instantâneas são utilizadas por 55% dos entrevistados. Entre as plataformas preferidas estão WhatsApp e Facebook, citados por 73% e 54% dessas pessoas.

O estudo constatou também que as redes sociais são utilizadas por 63% dos usuários como principal recurso de comunicação com amigos e familiares. O recurso também é utilizado para passar o tempo de 61%, enquanto que 42% e 32% respectivamente, utilizam as redes para manter-se informados e para buscar informações a respeito do trabalho.

É interessante notar que apenas 12% das pessoas que moram sozinhas utilizam aplicativos de transações bancárias. Serviços de comida delivery foram citados por 8%.

Vale destacar também que o levantamento apurado pelo SPC Brasil e CNDL também levou em consideração dados oficiais da Instituição Brasileira de Geografia e Estatística (IBGE), que revelam que mais de 10 milhões de pessoas moram sozinhas no País, e que o número cresceu cerca de 40% nos últimos 10 anos.

Leia também: Google for Jobs: ache um emprego no maior site de buscas do mundo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.