Tamanho do texto

Objetivo é preparar a sociedade para as profissões do futuro e garantir o desenvolvimento econômico do país; IBM e Microsoft já aderiram à iniciativa

Para os responsáveis pelo projeto, essa inclusão digital deve acontecer baseado em quatro pilares: governo, infraestrutura, educação e empreendedorismo
iStock
Para os responsáveis pelo projeto, essa inclusão digital deve acontecer baseado em quatro pilares: governo, infraestrutura, educação e empreendedorismo

O Movimento Brasil Digital lançou nesta quinta-feira (2), em São Paulo, o Manifesto Nação Digital. Liderado pela IT Mídia e a Fundação Dom Cabral, a iniciativa tem o objetivo de apresentar propostas para o crescimento tecnológico do Brasil aos candidatos à Presidência.

Leia também: Manipulação nas redes sociais para fins políticos atinge 48 países

A ideia do manifesto em favor da inclusão digital é preparar a sociedade para as profissões do futuro de forma humanizada, com a geração de empregos qualificados, garantindo o desenvolvimento econômico do Brasil.

Para os responsáveis pelo projeto, esse crescimento tecnológico deve acontecer baseado em quatro pilares: o governo, por meio de políticas públicas voltadas para o tema; a infraestrutura, passando pela atualização da política de telecomunicações do país; a educação, com a preparação da população para o futuro digital; e o empreendedorismo , com a garantia de um bom ambiente de negócios e o incentivo à inovação.

Oracle, Gol, Embratel, IBM, Microsoft e Petrobras são algumas das empresas que já aderiram ao manifesto. Ao todo, 26 organizações demonstraram apoio à iniciativa até o momento.

Leia também: Facebook exclui páginas que espalhavam fake news; MBL reclama de censura

Segundo Silvio Genesini, coordenador do grupo de trabalho do projeto, a ideia não é dizer aos presidenciáveis o que é preciso fazer, mas sim influenciá-los, ajudando-os a definir uma agenda para o setor. “Queremos identificar as melhores práticas e promover a troca de experiências entre empresas, terceiro setor, academia e governo”, disse.

O caminho para a inclusão digital

A inclusão digital impõe desafios em áreas como educação, trabalho, sustentabilidade e políticas sociais.
Shutterstock
A inclusão digital impõe desafios em áreas como educação, trabalho, sustentabilidade e políticas sociais. "O Brasil precisa estar pronto para vivenciar e se destacar nesse âmbito", diz presidente da IT Mídia

De acordo com Adelson Sousa, presidente da IT Mídia, a digitalização está fortemente inserida em políticas públicas das principais economias do mundo, garantindo produtividade às empresas, competitividade internacional aos países e serviços de qualidade aos cidadãos.

“Ao mesmo tempo, [a inclusão digital] impõe desafios em áreas como educação, trabalho, sustentabilidade e políticas sociais. O Brasil precisa estar pronto para vivenciar e se destacar nesse âmbito”, afirmou.

Leia também: Tempo gasto no Facebook e no Instagram já pode ser monitorado pelo usuário

Segundo Sousa, o manifesto em favor da inclusão social começará a ser levado aos presidenciáveis assim que as convenções de homologação das candidaturas terminarem. “Passaremos os próximos 30 dias conversando com esses candidatos”, completou.


*Com informações da Agência Brasil


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.