Facebook
Unsplash/Brett Jordan
Facebook permite que você controle alguns dados

Nossos dados são responsáveis por manterem os sistemas de redes sociais , como Facebook , funcionando. São eles que permitem que os conteúdos que vemos tenham relação com aquilo que nós gostamos, além de permitirem que empresas consigam nos enviar anúncios direcionados.

E os dados que compartilhamos com redes sociais vão muito além do nosso nome, fotos e informações similares. Cada clique, curtida, comentário e publicação é um rastro deixado para traz e que será utilizado pelas empresas de tecnologia. 

Mas nem tudo que enviamos ao Facebook é essencial para o seu funcionamento. E é exatamente por isso que é possível controlar diversas configurações relacionadas a isso, diminuindo a coleta de dados sem perder todos os recursos oferecidos pela rede social.

O primeiro passo nesa jornada talvez seja entender a enorme quantidade de informações que o Facebook tem sobre cada um de nós. Ao ir em "configurações", depois "suas informações no Facebook" e clicar em "baixar suas informações", é possível fazer um download de todos os dados que você já compartilhou com a rede social

A quantidade pode assustar, passando aquela sensação de que o Facebook talvez saiba mais sobre você do que você mesmo. Fiz o download dos meus dados durante os últimos nove anos e o resultado foi quase um dossiê: mais de 15 mil páginas relacionadas a atividades e mais de 1.200 pastas de conversas (sim, o Facebook guarda suas conversas do Messenger , já que elas não são criptografadas por padrão), além de todas as fotos e vídeos. 

Então, se você acha que está dando muitas informações para o Facebook - o que influencia nos anúncios e publicações que recebe -, confira abaixo algumas formas de controlar o compartilhamento de informações. No domingo (11), o iG te mostra como fazer o mesmo com o Twitter .

Controles de privacidade

Na página " Verificação de Privacidade ", há diversos controles de dados. No primeiro item, chamado "quem pode ver o que você compartilha", é possível determinar qual público tem acesso a determinadas informações sobre você. 

Além disso, essa página também traz outra configuração importante: "suas configurações de dados no Facebook". Nessa aba, dá para ver quais aplicativos e sites têm acesso aos seus dados do Facebook - geralmente, aqueles nos quais você fez login recentemente utilizando a rede social.

Dessa forma, é possível remover sites e aplicativos . Quando isso é feito, o Facebook para de compartilhar as suas informações com eles. 

Controle sua localização

A localização é uma das informações mais sensíveis que um usuário tem. E talvez o Facebook esteja coletando a sua o tempo todo sem que você tenha se atentado a isso. 

Para descobrir ou mudar essa configuração, é só ir em "configurações" e, em seguida, clicar em "localização". Lá, é possível ativar ou desativar o histórico de localização para os dispositivos móveis.

De acordo com a rede social, os dados de localização são usados para "proporcionar experiências mais relevantes e personalizadas, proteger sua conta e fornecer anúncios melhores". Além disso, o Facebook informa que mesmo que a coleta de localização esteja desativada, a rede social ainda pode "entender sua localização usando coisas como check-ins, eventos e informações sobre sua conexão com a internet".

Configure os anúncios que você recebe

Na página " Suas preferências de anúncios ", o Facebook mostra quais são os interesses que o algoritmo da rede social entendeu que você tem, o que está diretamente relacionado ao tipo de anúncio que você recebe. 

É possível, porém, fazer alterações nessas percepções. Se encontrar algum interesse que na verdade você não possui, é só clicar no 'x' sobre ele e concluir clicando em "remover". Por exemplo, se a página mostrar que você tem interesse por música country mas, na verdade, você não tem, é só remover a preferência. 

Na mesma página, também é possível clicar em "suas informações". Lá estão dados como status de relacionamento e emprego, que o Facebook utiliza para direcionar anúncios. Se você não desejar que esses dados sejam utilizados para direcionar propaganda, é so desmarcar cada um dos itens.

Ainda nas preferências de anúncios, outra aba interessante é "configurações de anúncio". É nessa seção que você consegue controlar se o Facebook pode pegar dados de outros sites e aplicativos parceiros para direcionar anúncios a você dentro da rede social. 

Esse tipo de informação é chamada de "atividade fora do Facebook", e você pode controlar se elas são usadas, ou não, pela rede social. "Imagine que um site de roupas queira exibir anúncios para pessoas interessadas em um novo estilo de sapatos. Ele pode enviar informações ao Facebook informando que uma pessoa em um determinado dispositivo viu esse tipo de sapato. Se as informações desse dispositivo corresponderem à conta do Facebook de alguém, poderemos exibir anúncios desse sapato para a pessoa", explica o Facebook. Ao desabilitar esse tipo de anúncio, você impede que ações como a exemplificada acima ocorram.

    Leia tudo sobre: facebook

    Veja Também

      Mostrar mais