Atualização do iOS promete mais privacidade
Unsplash/Mihai Moisa
Atualização do iOS promete mais privacidade

O iOS 14.5 chegou ao mundo todo no final de abril com uma novidade que tem dado o que falar: agora, aplicativos precisam pedir o consentimento dos usuários para coletar seus dados. De acordo com uma pesquisa realizada pelo AppsFlyer, 51% dos brasileiros que usam a nova versão do sistema operacional aceitaram ser rastreados.

As informações foram levantados durante a primeira semana do iOS 14.5. No período, só 7% dos usuários de iPhone atualizaram o sistema no país e, desses, a maior parte permitiu ser rastreado. Ao todo, a pesquisa avaliou 15 países, e o Brasil foi o local que teve maior taxa - Estados Unidos tiveram 29% de aceitação, Reino Unido 33%, Japão 31% e França 48%. A pesquisa levou em conta 15 milhões de usuários em todo o mundo e 950 aplicativos.

Outro levantamento, realizado pela Flurry, que pertence à operadora americana Verizon, levou em conta um milhão de apps que estão presentes em dois bilhões de celulares. Nas primeiras semanas do iOS 14.5 , o estudo percebeu que 13% dos usuários globais aceitaram ser rastreados - nos EUA, essa taxa cai para 5%.

A novidade da Apple no iOS tem causado polêmica em todo o mundo. Do lado dos usuários, a privacidade é melhorada; do lado dos aplicativos, porém, a possibilidade de ganhar dinheiro com publicidade diminui. É por isso que  gigantes como o Facebook têm se posicionado contra a novidade nos iPhones .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários