Facebook via proteger jornalistas e ativistas
Unsplash/Souvik Banerjee
Facebook via proteger jornalistas e ativistas

O Facebook vai aumentar a proteção contra assédio e intimidação direcionados a ativistas e jornalistas ao torná-los figuras públicas "involuntárias", prometeu a chefe de segurança global da rede social.

A ideia da empresa é proteger figuras que acabam se tornando públicas por conta dos seus trabalhos, e não necessariamente de suas imagens. As informações são da Reuters.

Dar proteção a pessoas públicas, porém, tem sido um dos motivos pelos quais o Facebook está se envolvendo em polêmicas. Documentos vazados pelo The Wall Street Journal mostraram que a  rede social mantém uma espécie de 'lista VIP' de celebridades que não cumprem as mesmas regras que os demais usuários.

Antigone Davis, diretora global de segurança do Facebook, ainda disse que a rede social está expandindo os tipos de ataques proibidos na plataforma, visando reduzir ofensas desproporcionalmente enfrentadas por mulheres, negros e pela comunidade LGBTQIA+.

Conteúdo de sexualização severa e indesejada, bem como imagens ou desenhos sexualizados depreciativos e ataques à imagem de uma pessoa serão proibidos de comentários de figuras públicas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários